Descrição de chapéu instagram

Usando canções famosas, dupla de atrizes faz paródia da política brasileira

Atrizes e instrumentistas já compunham letras alternativas para músicas conhecidas

São Paulo

Hoje há muitas formas de acompanhar o noticiário, e uma das mais divertidas é vendo os vídeos do Instagram de Livia La Gatto ou de Renata Maciel. Há cerca de um mês, as duas começaram a fazer paródias políticas em cima de canções populares, e o sucesso foi estrondoso.

Atrizes e instrumentistas, elas já compunham letras alternativas para músicas conhecidas, como "Temaki California" no lugar de "Hotel California". Mas foi quando a pergunta "por que Michelle Bolsonaro recebeu R$ 89 mil do Queiroz?" viralizou em todo o país que as coisas mudaram.

Em 24 de agosto, Livia e Renata publicaram um vídeo chamado "Responde pra gente, Bozo", no qual cantavam um pot-pourri de canções famosas, de Michael Jackson a axé, com todas as letras mudadas para questionar o dinheiro suspeito.

Renata Maciel e Livia La Gatto seguram sanfona e violão
Renata Maciel e Livia La Gatto, que formam Aquela Dupla - André Medeiro Martins/ Divulgação

Três dias depois, Caetano Veloso passou a segui-las no Instagram. A dupla comemorou com outro divertido vídeo, só de músicas do Caetano com as letras mudadas para a comemoração de serem seguidos pelo astro da MPB.

Paula Lavigne filmou Caetano se deliciando —e se emocionando— com as paródias. Resultado: Renata Maciel pulou de 3 mil para 27 mil seguidores em seu perfil @resmaciel. Livia, que já fazia um trabalho reconhecido com personagens em seu perfil @livialagatto, saltou de 50 mil para 86 mil.

Desde então, Livia e Renata passaram a se chamar Aquela Dupla e a cada dois ou três dias cantam sobre o fogo no Pantanal, alta do preço do arroz e, na última publicação, de ontem, sobre o discurso do presidente Jair Bolsonaro na ONU.

A facilidade com que elas passeiam por qualquer canção impressiona. "Toco violão desde criancinha", diz Livia. Já Renata é formada em piano clássico. As duas também participam de uma banda de teatro infantil. Ambas com 34 anos, foram morar juntas após o início da quarentena, para economizar no aluguel e nas contas.

O Instagram, elas dizem, é uma forma de apresentar seu trabalho para um número maior de pessoas neste momento em que ir ao teatro ficou tão difícil.

"E também criticar situações horrorosas que estão acontecendo, mesmo que de maneira leve", afirma Renata, que faz muito teatro infantil e de rua. Também se apresenta como palhaça e sabe cuspir fogo.

Livia já trabalha com redes sociais há quatro anos. Sua principal personagem nas redes é a argentina Consuelo Dicaboa, que faz tutoriais falidos e cujas dicas não ajudam ninguém. Em maio deste ano, sua imitação de Regina Duarte teve mais de 200 mil visualizações.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.