Descrição de chapéu Multitela

Ibrahim Sued e despedida de Eliana: o que ver na TV e no streaming no domingo

Programação tem também filme sobre padre que combate vampiros e sequência de filmes alemães dirigidos por mulheres

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

O último programa de Eliana no SBT será uma grande homenagem à apresentadora. Com melhores momentos de seus últimos 15 anos no ar, vai relembrar quadros, viagens e revisitar participantes.

A apresentadora Eliana - Folhapress

Na plateia, fãs de longa data e funcionários antigos. Entre os convidados, o cantor Daniel, amigo de Eliana desde que ela tinha 14 anos, que canta "Nossa Senhora" com ela.

SBT, 15h30, 10 anos


Ibrahim Sued

Dois filmes celebram os cem anos de um os mais notáveis colunistas sociais brasileiros, Ibrahim Sued. A comédia "O Ibraim do Subúrbio" (18h), de Astolfo Araújo e Cecil Thiré, com José Lewgoy e Luiz Fernando Guimarães; e o documentário "Ademã – A Vida e as Notas de Ibrahim Sued" (19h15).

Canal Brasil, 18h, 12 anos


Padre

Paul Bettany interpreta um sacerdote neste faroeste ambientado em um mundo devastado pela guerra entre humanos e vampiros. Quando sua sobrinha é sequestrada, ele se aventura fora da cidade murada para salvá-la antes que os vampiros a tornem um deles.

HBO+, 23h35, 14 anos


A Versão Persa

Leila tenta equilibrar a cultura de sua família iraniana com a americana sem se deixar rotular. Quando sua família se reúne em Nova York para o transplante de coração de seu pai, os limites da vida dela com a da sua família se misturam.

Max, 16 anos


O Silêncio da Vingança

Joel Kinnaman interpreta um pai que testemunha a morte do filho quando é pego no fogo cruzado de uma gangue na véspera de Natal. Atormentado, ele embarca em um regime de treinamento punitivo até vingar a morte de seu filho. Filme dirigido por John Woo.

Prime Video, 16 anos


Filmes Alemães Contemporâneos

A plataforma destaca três filmes dirigidos por mulheres: "O Caminho dos Sonhos", de Angela Schanelec, "Western" de Valeska Grisebach, e "Eu estava em casa, mas...", também de Angela Schanelec e com prêmio de direção no Festival de Berlim de 2019.

Filmicca, 12 anos

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Tópicos relacionados

Leia tudo sobre o tema e siga:

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.