Podcast conta a história da democratização da escola pública

Episódio do Folha na Sala mostra como a educação se tornou acessível a todos no Brasil, após mais de um século de exclusão

São Paulo

O Folha na Sala desta terça (24) conta a trajetória da escola pública no país, que foi de uma instituição reservada a famílias ricas, que tinham condições de manter as crianças longe do trabalho, a uma entidade acessível a quase todos, sem distinção de raça, gênero ou religião.

Especialistas explicam que o progresso da democratização da escola acompanhou o desenvolvimento do país, que se tornou mais rico e industrializado, demandando trabalhadores mais qualificados a partir dos anos 1970.

Pesquisadores ainda apontam que o fim da “pedagogia da repetência” ajudou a diminuir a evasão do ensino fundamental no país. Até os anos 1930, 60% das crianças que ingressavam na primeira série eram reprovadas e muitas desistiam. Hoje, esta fase do ensino está praticamente universalizada no Brasil.

No Pará, três gerações de uma família ilustram a saga da inclusão na escola pública brasileira, dos avós analfabetos ao neto universitário.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.