Cofundador do Twitter deixa conselho da empresa depois de 12 anos

Evan Williams, hoje presidente-executivo do Medium, fundou o Twitter em 2007

São Paulo

O Twitter anunciou nesta sexta-feira (22) que o cofundador Evan Williams decidiu deixar o conselho diretor da companhia no fim de fevereiro.

De acordo com documento enviado à SEC (Securities and Exchange Commission), agência federal que regulamenta os mercados de valores mobiliários dos Estados Unidos, Williams disse que foram "13 anos incríveis" e que está "orgulhoso do que o Twitter conquistou em seu tempo de empresa".

Da esquerda para à direita, Jack Dorsey, Biz Stone e Evan Williams, cofundadores do Twitter, durante a IPO da empresa, em 2013
Da esquerda para à direita, Jack Dorsey, Biz Stone e Evan Williams, cofundadores do Twitter, durante a IPO da empresa, em 2013 - Andrew Burton/AFP

Ele afirmou que continuará a torcer pela equipe enquanto foca em outros projetos.

Williams fundou o Twitter em 2007 com Jack Dorsey e Biz Stone. Foi presidente-executivo de 2008 a 2010. Também é fundador do Medium, plataforma de publicação de textos, e do Blogger. 

Em seu perfil no microblog, Williams não explicou o motivo da saída, mas disse que focará outros projetos. "Agradeço aos quase 4.000 empregados do Twitter que fazem um trabalho duro todos os dias", escreveu.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.