Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
02/05/2006 - 16h09

Para Rubem Alves, escola é chata porque é dirigida por burocratas

Publicidade

CAMILA MARQUES
da Folha Online

"A escola é muito chata porque ela está nas mãos dos burocratas." A opinião é do psicanalista e professor emérito da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) Rubem Alves, o segundo convidado da série de sabatinas que a Folha promove neste ano no Teatro Folha, em São Paulo. A primeira sabatinada de 2006 foi a colunista Danuza Leão.

"O problema é que a burocracia não está ligada com a vida. Os burocratas são os maiores hereges", continua Rubem Alves. "As escolas são chatas porque não levam em consideração as crianças, eles [burocratas] estão preocupados com administração. E as crianças são fascinantes, elas fazem perguntas incríveis, brilhantes. Temos que prestar atenção nelas", afirma.

Alves emendou à resposta uma história de sua neta Mariana. "Na festa de um ano dela, há algum tempo, estava todo mundo na festa quando reparei Mariana no gramado, sentada. Cheguei perto para ver o que estava fazendo e a vi perplexa com uma minhoca. Os gregos dizem que começamos a pensar quando ficamos estupidificados com algo. É isso que deve ocorrer", afirma.

Com outra história da neta, mais recente, ele "tentou se explicar". Disse que viu Mariana lendo um livro de biologia lindo, cheio de figuras, mas não entendia porque ela estava tão entediada. "Porque estava aprendendo a estrutura do rabo do espermatozóide. Eu fiquei indignado, porque ela não vai usar isso para nada", contou.

Assim, Alves disse que, para ele, o erro das escolas é ensinar coisas que os alunos nunca vão usar e, mais que isso, estão longe da realidade de vida deles. "As crianças de uma favela de São Paulo não podem aprender as mesmas coisas que os alunos da Amazônia", diz, ressaltando que há coisas básicas e instrumentais, como a tabuada e a matemática, que devem ser as mesmas.

Rubem Alves responde a perguntas feitas por quatro entrevistadores e pela platéia. Nesta edição, foram convidados para entrevistá-lo o colunista e membro do conselho editorial do jornal Gilberto Dimenstein, o repórter da Folha Antônio Gois, especialista em educação, a repórter especial da Folha Laura Capriglione e Oscar Pilagallo, colaborador da Folha e editor da revista "EntreLivros".

Leia mais
  • Rubem Alves transforma sabatina em livro de contos
  • Rubem Alves rejeita reeleição e diz estar triste com corrupção
  • É preciso acabar com o vestibular, diz Rubem Alves

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobr Rubem Alves
  • Leia a cobertura completa sobre as sabatinas na Folha
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Ford Fiesta Ford Fiesta Confira aqui! A partir de R$ 15.749

    Notebook Notebook LED, HDMI e USB, a partir de 14x de R$ 62,23

    Home Theater | Tênis | Mais...

    Voltar ao topo da página