Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
09/06/2011 - 16h12

Senado aprova projeto que reduz pena para preso que estudar

Publicidade

DE BRASÍLIA

A cada 12 horas dentro da sala de aula, um dia a menos de pena. Essa é a matemática do projeto aprovado pelo Plenário do Senado nesta quarta-feira (8) que abre mais uma possibilidade de redução da pena ao condenado à prisão em regime fechado ou semiaberto.

O presidiário poderá fazer cursos presenciais e à distância. Se for autorizado a estudar fora da prisão, ele terá que comprovar frequência às aulas e bom aproveitamento escolar.

A lei já permite a redução de dia da pena para cada três dias trabalhados. E a chance do preso terminar de cumprir a pena mais cedo por conciliar trabalho com estudo foi elogiada pelo senador Demóstenes Torres (DEM-GO).

"O preso pode trabalhar de dia e estudar de noite, por exemplo, no semiaberto antes de se recolher e com isso ele terá direito a duas remições. Melhor o preso estar estudando do que estar dormindo, ou em outra atividade qualquer, ou fazendo bobagem qualquer", disse.

Demóstenes Torres

O projeto foi apresentado em 2006 pelo senador Cristovam Buarque (PDT-DF). A matéria segue agora para a sanção da presidente da República.

As informações são da Rádio Senado

 

As Últimas que Você não Leu

  1.  

Publicidade

Livraria da Folha

75 Years of Marvel Comics

75 Years of Marvel Comics

Roy Thomas e Josh Baker

Comprar
Curiosidade Mórbida

Curiosidade Mórbida

Mary Roach

Comprar
Clint Eastwood - Western Collection (DVD)

Clint Eastwood - Western Collection (DVD)

Don Siegel, Jodie Copelan e Sergio Leone

Comprar
Sapiens

Sapiens

Yuval Noah Harari

Comprar
Na Pele de uma Jihadista

Na Pele de uma Jihadista

Anna Erelle

Comprar

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página