Ministro do Meio Ambiente não estudou em Yale

Segundo Ricardo Salles, que publicou artigo em 2012 na Folha, erro partiu de sua assessoria

Ana Carolina Amaral
São Paulo

Diferentemente do informado pela imprensa em diversas ocasiões, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não é mestre em direito público pela Universidade Yale, nos Estados Unidos. 

A assinatura de um artigo publicado por Salles em 2012 na seção Tendências / Debates da Folha incluía, em sua biografia, a formação em Yale. A informação foi repetida há duas semanas no programa Roda Viva, da TV Cultura. 

O erro foi revelado pelo site The Intercept Brasil no último sábado (23). À Folha o ministro confirmou que não estudou em Yale e disse que o equívoco foi cometido por sua assessoria de imprensa, que, segundo ele, enviou o texto ao jornal em 2012. A Folha tem a seção Erramos para retificar informações incorretas, mas Salles não procurou o jornal para corrigir o erro. 

Em nota, o programa Roda Viva afirmou que a reprodução do equívoco não partiu do ministro, que chegou a alertar a produção sobre a "imprecisão das informações" a seu respeito quando foi requisitado a revisá-las. O alerta foi confirmado pela reportagem, que teve acesso às mensagens trocadas entre o ministro e a produção do canal. 

Salles é formado em direito pela Universidade Mackenzie. Ele fez especialização em administração de empresas na Fundação Getúlio Vargas e pós-graduação em direito na Universidade de Coimbra, em Portugal, segundo o site do Ministério do Meio Ambiente. 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.