Siga a folha

Descrição de chapéu Coronavírus

Wuhan volta a registrar caso de coronavírus após mais de um mês

Cidade chinesa foi primeira a registrar, no final de 2019, pacientes da Covid-19

Continue lendo com acesso ilimitado.
Aproveite esta oferta especial:

Oferta Exclusiva

3 meses por R$1,90

+ 6 de R$ 19,90 R$ 9,90

ASSINE A FOLHA
ou

Cancele quando quiser

Notícias no momento em que acontecem, newsletters exclusivas e mais de 200 colunas e blogs.
Apoie o jornalismo profissional.

Pequim | Reuters

A Comissão Nacional de Saúde da China registrou 14 novos casos confirmados do novo coronavírus no sábado (9), número mais alto desde 28 de abril, incluindo o primeiro por mais de um mês na cidade de Wuhan, na província central de Hubei, onde o surto foi detectado pela primeira vez no final do ano passado.

Embora a China tenha oficialmente designado todas as áreas do país como de baixo risco, os novos casos, de acordo com dados publicados neste domingo (10), representam um salto.

O novo caso em Wuhan, o primeiro relatado no epicentro do surto da China desde 3 de abril, era anteriormente assintomático, de acordo com a comissão de saúde.

Profissionais de saúde descansam antes de deixarem o turno no hospital temporário Wuchang, em Wuhan - Fei Maohua - 11.mai.20/Xinhua

O paciente está em estado crítico. Ele mora em um bairro que registrou 20 casos confirmados no total.

Nenhuma nova morte foi relatada.

O número total de casos confirmados de coronavírus na China chegou a 82.901 em 9 de maio, enquanto o número total de mortes por vírus foi de 4.633, segundo a comissão.

Receba notícias da Folha

Cadastre-se e escolha quais newsletters gostaria de receber

Ativar newsletters

Relacionadas