Doria passa tinta cinza e apaga grafites da avenida 23 de Maio

Crédito: Bruno Santos - 21.jan.2016/Folhapress
Grafite coberto por tinta cinza na av. 23 de Maio

DE SÃO PAULO

Por ordem do prefeito João Doria (PSDB), diversos grafites da avenida 23 de Maio, em São Paulo, estão sendo apagados e substituídos por tinta cinza.

Apenas oito painéis serão mantidos na via, que era pintada em sua extensão, conforme anunciou o tucano no último dia 14. Ele defende a criação de uma área na cidade para grafiteiros e muralistas.

Na lista das obras que serão preservadas, está um painel de Eduardo Kobra. Mauro Neri, autor de obras com a inscrição "ver a cidade", também estaria nessa relação, mas conta que também teve o trabalho apagado. "É triste ver tanto esforço menosprezado e desrespeitado", diz. Ele afirma, porém, acreditar que ainda é possível iniciar um diálogo com a prefeitura.

Crédito: Bruno Santos/Folhapress
Parede de grafites pintada de tinta cinza na av. 23 de Maio

Para o também grafiteiro Enivo, a ação da prefeitura vai contra o slogan de Doria. "Se ele quer uma cidade linda, por que pintar tudo de cinza?", indaga. "O prefeito anunciou uma guerra contra a pichação, mas apagou os grafites. É uma contradição."

A prefeitura afirmou que decidiu pela manutenção dos oito pontos de grafite após análise da Secretaria de Cultura. "Os demais locais estavam deteriorados ou pichados, por isso tiveram que ser apagados", disse, em nota, a gestão Doria. "Para a Prefeitura de São Paulo, grafites e murais são sempre bem-vindos quando autorizados."

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.