Descrição de chapéu campinas

Quadrilha invade pista e rouba US$ 5 milhões de avião em Viracopos

Armado com fuzis, grupo rendeu vigias e roubou carga de avião da Lufthansa

São Paulo

Ao menos cinco homens armados com fuzis invadiram a pista do aeroporto de Viracopos, em Campinas (93 km de SP), na noite deste domingo (4), e roubaram US$ 5 milhões (cerca de R$ 16,5 milhões) em espécie que pertenciam à empresa de valores Brinks, segundo a Polícia Federal.

De acordo com a PF, que abriu inquérito para investigar o crime, os dólares foram carregados em um avião cargueiro da empresa aérea alemã Lufthansa no aeroporto de Guarulhos (Grande SP). De lá, fizeram escala em Viracopos, e tinham como destino a cidade de Frankfurt, na Alemanha, segundo a companhia --antes, a PF informou que o destino final do voo era Zurique, na Suíça.

O ataque ocorreu assim que a aeronave pousou em Viracopos, às 21h40. Os assaltantes entraram no terminal de cargas do aeroporto por meio de um acesso lateral, que fica às margens da rodovia Santos Dumont (SP-75). 

Os criminosos utilizaram uma caminhonete Hilux pintada e adesivada com cores semelhantes às das viaturas de segurança da pista do aeroporto para não chamar a atençãoNa sequência, renderam os vigilantes e roubaram o carregamento. Ninguém se feriu, segundo a PF.

A PF conduzirá as investigações porque o crime ocorreu na área internacional de Viracopos. Por meio de nota, a corporação disse que o local onde o roubo foi registrado passou por perícia e que várias testemunhas estão prestando depoimentos nesta segunda-feira (5).

A Lufthansa afirmou, em nota, que nenhuma pessoa ficou ferida e que não pode fornecer detalhes sobre o caso, "pois uma investigação preliminar está em curso".

A concessionária Aeroportos Brasil Viracopos, a responsável pelas operações do terminal, informou que vai colaborar com as autoridades para que o crime seja esclarecido. A Brinks, também em comunicado, se colocou à disposição das investigações.

 Até esta publicação, nenhum suspeito havia sido preso.

Aeroporto de Viracopos, em Campinas
Aeroporto de Viracopos, em Campinas - Ricardo Lima/Divulgação

FURTO DE COMBUSTÍVEL

No final do mês de fevereiro, o maior aeroporto do país também entrou no alvo de criminosos. Uma carga de querosene de aviação que abasteceria o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Grande São Paulo), foi furtada no dia 25 de fevereiro.

O furto levou a concessionária que administra o terminal a pedir que as companhias aéreas deixassem de encher o tanque das aeronaves temporariamente. 

Segundo a Transpetro, responsável pelo fornecimento, o furto foi registrado em um oleoduto da cidade.

Após a identificação do crime, a concessionária GRU Airport enviou um comunicado às companhias aéreas informando que foram mais de 24 horas de buscas até a identificação do problema, com duas suspensões no abastecimento.

 

ROUBOS DE CARGAS

O Estado de São Paulo registrou em 2017 o maior volume de roubos de carga em um só ano desde 2001, com 10.584 crimes. Esse resultado significa incremento de 6,6% em comparação a 2016, ano em que também houve meses com aumentos recordes. 

Em dezembro, a Polícia Civil desmantelou um esquema de furto de diesel em oleodutos da Transpetro, em Santo André. O crime foi descoberto quando a Transpetro identificou uma intervenção clandestina em sua rede de dutos enterrada no solo, que foi alcançado pelos criminosos com a construção de um poço e um túnel.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.