Tiroteio no centro de São Paulo deixa ao menos dois feridos

Ladrões que assaltaram estacionamento se enfrentaram com a polícia ao fugir

Paulo Gomes
São Paulo

Dois suspeitos ficaram feridos durante tentativa de assalto na noite desta quinta-feira (25), no bairro de Santa Cecília, região central de São Paulo.

Por volta das 21h, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de roubo de carros de um estacionamento na rua Barão de Tatuí. O grupo, de três homens, rendeu o manobrista e chegou a sair com um dos veículos, um táxi.

Houve troca de tiros dentro do estacionamento, e dois homens foram atingidos pela polícia —eles foram encaminhados a hospitais da região. "Ouvi a rajada e voltei [de moto] na contramão a milhão", diz um entregador de pizzas que não quis se identificar. "Parecia Bagdá." ​

Não houve policiais feridos no tiroteio. Um terceiro suspeito que não foi baleado foi detido.

De acordo com uma moradora da rua e mensalista do estacionamento, é a segunda tentativa de roubo ao local em 15 dias. A anterior foi bem-sucedida. "Há duas semanas levaram três carros", conta ela.

A mulher diz que a chave de seu veículo e outras foram levadas na primeira ocasião. Por isso, diz acreditar ter sido o mesmo bando que voltou ao local —durante a ação da PM, foi possível ver seu carro com a porta aberta no estacionamento na noite desta quinta, indício de que era um dos veículo que teriam tentado roubar.

O estacionamento tem convênio com uma agência do banco Bradesco que fica no mesmo terreno, mas o alvo dos criminosos era apenas os veículos.

Um dos homens feridos foi interceptado pela polícia na rua Jaguaribe, a duas quadras do local, dirigindo o táxi Toyota Corolla branco que tinha sido levado do estacionamento.

A PM apreendeu com os suspeitos um revólver calibre .38 e uma réplica de pistola. A ocorrência foi registrada no 2º Distrito Policial, no Bom Retiro.

"Os caras são loucos de roubar aqui no centro", diz o entregador. "Só aqui no pedaço tem três delegacias."

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.