Em dia de ato pela educação, na quarta, transporte de SP funcionará normalmente

Manifestações são contra anúncios de cortes federais para o setor

São Paulo

O transporte de São Paulo deve funcionar normalmente nesta quarta-feira (15), dia de manifestações contra cortes da educação

Entidades estudantis convocaram estudantes de todo o país para uma mobilização nesta quarta, data em que sindicatos ligados à educação já haviam anunciado paralisação e manifestações contra a reforma da Previdência. 

Mas os atos não deverão alterar a operação dos sistemas de metrôs, trens e ônibus na capital paulista. 

Após sair recentemente de uma campanha salarial, o sindicato dos metroviários não estuda paralisações. Mas fará uma carta aberta de apoio aos professores e terá membros presentes na manifestação a partir das 14 horas na avenida Paulista.

Os trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) também deverão funcionar normalmente.

O sindicato que representa os motoristas de ônibus ainda está em sua campanha salarial, mas também não prevê paralisações. Desde esta terça (14), os motoristas fazem atos nos terminais de ônibus da cidade. As atividades devem seguir pela quarta-feira, mas como elas envolvem basicamente equipamentos de som, não deverá haver prejuízo à operação dos ônibus. 

Apenas na quinta-feira (16), os motoristas devem fazer uma assembleia para discutir uma possível greve.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.