Maior prêmio da Mega-Sena é recalculado e pode pagar R$ 289 mi

Vencedor pode levar a bolada neste sábado; valores maiores, só na Mega da Virada

São Paulo

A Caixa Econômica Federal atualizou o valor de seu maior sorteio em um concurso regular para R$ 289 milhões. Dezenas serão divulgadas na noite deste sábado (11).

O técnico de som e luz Carlos Gonçalves, 33, de Dourados (MS), passa noites sem dormir quando o prêmio da Mega-Sena acumula. Ele tem mais de cem planilhas salvas em seu computador para mapear quais números mais apareceram em concursos passados. 

O prêmio, acumulado pela 14ª vez, é o 2.150º do concurso e o maior da história do concurso regular. O valor só fica atrás de premiações anteriores da Mega-Sena da Virada. Gonçalves reuniu mais de cem amigos para fazer 600 jogos de seis dezenas. “Sou apaixonado pela Mega-Sena. Criei um grupo no Facebook em 2014 para dar dicas de apostas e colocar pessoas que gostam do concurso em contato”, disse.

A chance de ser milionário também tirou as pessoas de casa mais cedo na sexta-feira (10). Uma fila com mais de 20 pessoas se formou em frente à lotérica Dona Evelyn, na zona oeste de São Paulo, antes de o estabelecimento abrir, às 10h. As apostas podem ser feitas até às 19h deste sábado (11), horário de Brasília, em qualquer lotérica do país e no Portal Loterias Online.   

A socióloga Paula Martins, 49, joga há mais de 20 anos. Ela fez sua aposta com dezenas já estabelecidas em um bolão. “Às vezes faço meus jogos. Gosto de usar números religiosos como a idade de Jesus Cristo (33) ou de quantos discípulos ele teve (12)”, afirmou.

A Mega-Sena foi criada em 1996, mas, antes disso, o engenheiro e matemático Carlos Zodi, 71, já era dono de uma casa lotérica. Zodi é proprietário da lotérica Dona Evelyn —o nome é em homenagem à sua mãe— e desenvolvia programas de computador para lotéricos na década de 80, quando as loterias esportivas eram populares.

“Se for para fazer um jogo simples com seis dezenas, é melhor escolher os números aleatoriamente”, disse Zodi. Em apostas com mais combinações, ele aconselha escolher uma dezena que tenha saído no sorteio anterior e que, segundo ele, tende a se repetir. “É uma observação que tenho feito ao longo dos anos.”

Sebastião Amorim, professor do departamento de estatística da Unicamp, explica que todas as combinações possíveis de seis dezenas tem a mesma probabilidade de serem escolhidas: uma em 50.063.860 de vezes. “Não tem o que possa ser feito para aumentar essa chance, a não ser apostar em mais de seis números”, afirma.

Amorim usa uma comparação com moedas para explicar que, segundo ele, a probabilidade é uma ciência que pode iludir as pessoas. “Apesar de as chances de dar cara ou coroa serem as mesmas (metade cada uma), ao arremessar uma moeda dez vezes, nada garante que cinco caras e cinco coroas aparecerão.”, disse.

Para ele, o mesmo pode ser dito para os resultados da Mega-Sena pois nem todas as dezenas, de 1 a 60, aparecerão o mesmo número de vezes. Mas, diz Amorim, nem por isso é possível prever os próximos sorteios. “Escolher um número por ele ter aparecido mais ou menos vezes antes seria associar uma certa memória ao processo de seleção, que ele não tem”, afirma o professor.

Segundo Amorim, apesar de não haver teorias para aumentar as possibilidades de levar a Mega-Sena, há técnicas para ter mais chances de ganhar o prêmio sozinho. “Eu apostaria em números que poucas pessoas escolhem”, disse. Números em sequência (como 1,2,3,4,5 e 6) ou com as mesmas terminações (por exemplo, 1,11,21,31,41,51) costumam atrair mais as pessoas.

Além disso, datas de aniversário e idade de filhos são critérios comuns para jogadores. Escolher dezenas acima de 12 (meses em um ano) ou 30 (dias em um mês), pode aumentar as chances de levar o prêmio sozinho.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.