Descrição de chapéu Obituário Verany Bicudo (1928 - 2020)

Mortes: Corretor mais antigo do país, foi o Pelé dos imóveis

Verany Bicudo participou do desenvolvimento da profissão de corretor de imóveis no país

São Paulo

Até poucos anos, o paulistano Verany Bicudo foi o corretor de imóveis mais antigo do Brasil em atividade. Ele morreu no dia 9 de novembro, aos 91 anos, de insuficiência cardíaca.

Com a inscrição número 5 no Creci (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) São Paulo, obtida em 1962, participou do desenvolvimento da profissão no país, com a criação do órgão, do qual foi o primeiro secretário-geral.

Verany também foi um dos fundadores do Conselho e da Confederação dos Corretores de Imóveis.

Verany Bicudo (1928-2020)
Verany Bicudo (1928-2020) - Arquivo pessoal

Sua família tem história profissional e empresarial relacionada ao setor imobiliário. O pai, Argemiro Bicudo, iniciou a carreira em 1915 e participou da fundação da Associação dos Corretores de Imóveis; o irmão, Newton Bicudo, fundou e foi presidente do sindicato da categoria.

De acordo com as próprias estimativas, Verany vendeu mais de 20 mil imóveis em São Paulo, entre os quais, a área onde hoje está o Shopping Iguatemi, na zona oeste.

Segundo a filha, a assessora de comunicação Ana Regina Bicudo, Verany foi considerado o melhor avaliador imobiliário do Brasil na décadas de 1960 e 1970 e chegou a ser considerado o Pelé dos imóveis.

Em 1970, criou duas construtoras e investiu na criação de conjuntos residenciais perto da USP.

Dentro e fora da profissão, era educado e delicado.

Verany gostava da natureza, em especial de plantas. Tornou-se paisagista e criador de orquídeas por hobby, e entendia de ornamentação de aquários como ninguém.

Apaixonado por animais, criou cães das raças buldogue e cocker spaniel, pássaros, patos, marrecos e galos.

Leitor voraz, tinha predileção por história, em especial sobre famílias e seus antepassados.

Cuidadoso com a alimentação, acreditava que o ser humano é aquilo que come. Das suas refeições não faziam parte os enlatados e a carne vermelha.

Verany deixa a companheira Alaíde e os filhos Ana Regina e Paulo.

coluna.obituario@grupofolha.com.br

Veja os anúncios de mortes

Veja os anúncios de missa

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.