Grupo fica perdido por 18 horas em trilha no interior de SP

Tromba d'água fez com que sete homens, com idades entre 17 e 54 anos, se desorientassem em mata

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Um grupo de sete pessoas ficou perdido por ao menos 18 horas, quando fazia uma trilha em mata fechada, entre as cidades de Pindamonhangaba e Campos do Jordão, no interior de São Paulo.

Sete homens, com idades entre 17 e 54 anos, foram localizados pelo Corpo de Bombeiros no início da tarde deste domingo (23). O local exato do resgate não foi informado pela corporação.

Todos pretendiam caminhar, por uma trilha de cachoeiras, até a cidade de Ribeirão Grande, tendo como ponto de referência uma usina hidrelétrica desativada, de acordo com os bombeiros. O grupo iniciou a aventura na tarde de sábado (22).

Vítimas são atendidas por bombeiros, após ficarem mais de 18 horas perdidas em uma trilha, o interior de São Paulo - Divulgação/Corpo de Bombeiros

Porém, de acordo com o que relataram aos bombeiros, uma tromba d'água os impediu de prosseguir pelo caminho até então trilhado. O grupo acabou se perdendo.

Por celular, as vítimas conseguiram acionar os bombeiros às 18h, ainda no sábado. Equipes de Pindamonhangaba e Campos do Jordão iniciaram buscas na sequência.

A falta de luz natural, aliada à densidade da mata onde as vítimas estavam, impediu que as equipes realizassem buscas noturnas. Por isso, os trabalhos foram retomados no início da manhã deste domingo.

No início da tarde, o grupo foi encontrado, mas o local e hora exata não foram informados pelos bombeiros.

Um homem de 54 anos, de acordo com a corporação, contundiu o ombro direito, durante o período em que permaneceu na mata. O restante do grupo não se feriu.

A trilha que começou a ser desbravada pelo grupo é conhecida pelos amantes de esportes na natureza. O caminho que as vítimas pretendiam percorrer passa pela Serra da Mantiqueira, contando com trechos íngremes.

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.