Reportagem da Folha sobre cotas em universidades vence Prêmio Inep de Jornalismo

Cruzamento de dados mostrou que cotista tem nota boa, mas recua em cursos com matemática

Brasília

Folha foi uma das vencedoras do 2º Prêmio Inep de Jornalismo - avaliações e estatísticas educacionais.

A reportagem "Cotista tem nota boa na universidade, mas recua em cursos com matemática", publicada em dezembro de 2017, venceu o Grande Prêmio na categoria Educação Superior. Os resultados foram conhecidos na noite desta segunda-feira (3) em cerimônia realizada em Brasília, na sede do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, órgão ligado ao Ministério da Educação).

A OEI (Organização dos Estados Iberoamericanos para Educação, a Ciência e a Cultura) também responde pela organização do prêmio. De autoria dos repórteres Fábio Takahashi, Paulo Saldaña e Marcelo Soares, a reportagem da Folha faz um balanço do desempenho de alunos cotistas e não cotistas, por curso, a partir da análise de dados do Enade (exame federal aplicado a alunos no último ano da graduação). 

A equipe destrinchou o desempenho de 252 mil estudantes em três edições do exame, de 2014 a 2016, além de contemplar notas de ingresso na universidade, dados contextuais e experiências de cotistas e ex-cotistas.

O 2° Prêmio Inep de Jornalismo teve 135 trabalhos inscritos, sendo 88 reportagens na categoria Educação Básica e 47 na categoria Educação Superior. Foram premiados cinco trabalhos em cada categoria, de acordo com a mídia (rádio, televisão, impresso e internet), além do Grande Prêmio para o melhor trabalho, independentemente da plataforma, para cada categoria. 

A reportagem Orgulho Rural, da TV Globo, recebeu o Grande Prêmio no grupo de matérias sobre Educação Básica. Também foram premiados trabalhos veiculados na Rádio e Televisão do Espírito Santo, na TV Jornal/SBT Recife, no jornal O Popular, o portal G1, na rádio Band News FM/Manaíra, na TV Correio/Record Paraíba, no jornal Zero Hora e no portal Tribuna do Ceará.

O prêmio Inep de Jornalismo foi lançado em 2017 para marcar as comemorações dos 80 anos de fundação do instituto, responsável pelas estatísticas, avaliações e estudos educacionais do governo federal. 

 

A lista de vencedores 2° Prêmio Inep de Jornalismo, por categoria:

AVALIAÇÕES E ESTATÍSTICAS DA EDUCAÇÃO SUPERIOR
 

GRANDE PRÊMIO
Cotista tem nota boa na universidade, mas recua em cursos com matemática - Folha de S.Paulo
Fábio Takahashi, Paulo Saldaña, Marcelo Soares

RÁDIO
Dos filhos deste solo - Band News FM / Manaíra Aline Alves Guedes Dantas

TELEVISÃO
Educação: acesso e acessibilidade - TV Correio / Record Paraíba Richelle Bezerra da Silva

MÍDIA IMPRESSA
A reinvenção das universidades particulares - Zero Hora Guilherme Jancowski de Ávila Justino

INTERNET
A vitória do ensino sobre a distância - Tribuna do Ceará Jéssica Welma de Assis Gonçalves, Rafael Luiz Azevedo, Nasion Frota, Iago Monteiro, Felp Soares.
 

AVALIAÇÕES E ESTATÍSTICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA
 

GRANDE PRÊMIO
Orgulho Rural - TV Globo César Augusto Furlan Dassie, Thiago Cavalheiro, Emílio Mansur, Rômulo Xavier, Fabíola Marzabal e Maurino Marques.

RÁDIO
EJA: Uma modalidade que reivindica um novo pensamento acerca das políticas educacionais - Rádio e Televisão do Espírito Santo Saul Josias Teixeira dos Santos

TELEVISÃO
Pernambuco pela educação - TV Jornal / SBT Recife Cinthia Rodrigues Ferreira da Silva, José Eriberto Pereira, Fernando Seabra, Adriana Victor, Leo Motta, Guga Matos, Felipe Ribeiro, Diego Nigro e Catarina Farias

MÍDIA IMPRESSA
Escolas Rurais em extinção - O Popular Galtiery Aurélio Rodrigues de Andrade

INTERNET
Desde 2000, número de professores de creches que fizeram faculdade passa de 11% para 66% - Portal G1 Luiza Bonemer Tenente

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.