Encontro gratuito celebra bibliotecas inovadoras no Brasil

Recode apresenta experiências que se destacaram pelo impacto social e digital em suas comunidades

São Paulo

A organização da sociedade civil Recode realiza, na segunda-feira (2), na Biblioteca Parque Estadual do Rio de Janeiro, o encontro Bibliotecas Transformadoras.

Com entrada franca, o evento recebe dez experiências de bibliotecas de todas as regiões do Brasil premiadas por práticas de inovação, sustentabilidade e transformação social e digital em seus municípios.

Para participar, é preciso se inscrever previamente. As vagas são limitadas.

Profissionais das dez bibliotecas premiadas irão compartilhar com o público as novas atividades implementadas como fruto do programa da Recode.

Crianças durante leitura na Biblioteca Comunitária Caminhos da Leitura, que foi aberta no terreno de um cemitério de Parelheiros - Eduardo Anizelli/Folhapress

​Ao longo de um ano, os participantes receberam uma formação diversa para traçar a nova programação a partir de uma pesquisa da comunidade, entendendo como a biblioteca poderia contribuir para o desenvolvimento local em sintonia com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Assim, conquistaram maior relevância, parcerias e aumento de frequentadores, especialmente jovens.

As melhores práticas são dos municípios de Ponta Grossa (PR), Sertãozinho (SP), Iguatu (CE), Farroupilha (RS), Boquim (SE), Augusto Correa (PA), Sorriso (MT), Coruripe (AL), Barcarena (PA) e São Vicente Férrer (PE). 

Empregabilidade, empreendedorismo e tecnologia foram temas mais solicitados pela comunidade para nortear a nova gama de atividades oferecidas pelas bibliotecas.

Entre os três primeiros colocados, em Ponta Grossa (PR), foram propostas oficinas variadas para incentivo à leitura, como poesia e colagem, criação de músicas e canções, técnicas para booktubers e podcasts. 

Em Sertãozinho (SP), as ações foram focadas em qualificação profissional a partir da tecnologia, com cursos online em temas como realidade virtual e inteligência artificial, criatividade, indústria 4.0 e games.

Em Iguatu (CE), a biblioteca organizou a primeira edição de uma feira de profissões em praça pública, envolvendo universidades públicas e privadas, além de empresas da região. 

“As novas programações refletem o protagonismo de profissionais de bibliotecas como agentes de transformação. Mostram a força de parcerias locais para inovar e transformar esses espaços em centros de referência para suas comunidades, com promoção da leitura, da cultura e do uso consciente da tecnologia para impacto e empoderamento digital”, celebra Rodrigo Baggio, presidente da Recode, organização presente em oito países e com 24 anos de atuação voltados à transformação de vidas através da tecnologia.

A partir de 2019, o programa Recode Bibliotecas passou a contar com a parceria do Movimento Bem Maior.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.