Brasileira reúne investidores para discutir sustentabilidade no Rio

Evento abordará investimentos de impacto com foco nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

São Paulo

Ocorre nos dias 13 e 14 de fevereiro, no Rio de Janeiro, a primeira edição do Converge Capital Conference, evento que reúne grandes investidores e principais atores do mercado financeiro brasileiro para discutir o futuro sustentável.

A conferência surge em 2020 com o objetivo de promover espaço de aprendizado, troca e reflexão sobre portfólios de investimentos que gerem retorno financeiro e impacto positivo em questões sociais e ambientais.

O evento foi idealizado por Marina Cançado, empreendedora que há mais de uma década coordena investimentos para desafios brasileiros e globais. Um dos destaques é o cofundador do Waze, Uri Levine, que apresentará o fundo que está sendo levantado com o bilionário Jorge Paulo Lemann para investir em startups de tecnologia com potencial de resolver grandes desafios globais.

Participantes da edição de 2019 do Youth Speak Forum, realizada pela Aiesec
Jovens seguram cubos personalizados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU - Divulgação

Katyna Argueta, representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e responsável pela plataforma dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) no país, também faz parte do line up da conferência.

A diplomata hondurenha residente no Brasil abrirá o primeiro dia do congresso relatando o quanto foi alcançado da agenda 2030 no Brasil e no mundo, quais são os principais desafios da década de 2020 para atingir as metas dos ODSs e o papel do setor privado em contribuir para essa plataforma de prioridades firmada por 193 países.

O Converge Capital Conference oferecerá ainda um espaço de discussão entre famílias com grande patrimônio, que são investidoras relevantes no mercado brasileiro, executivos de escritórios familiares e conselheiros sobre o papel das famílias na liderança de investimentos que irão assegurar sua longevidade e prosperidade em um mundo sustentável.

“O capital privado é necessário como principal fonte de investimentos em soluções sustentáveis, escaláveis e lucrativas que garantem o nosso bem-estar e das próximas gerações”, explica Marina Cançado, que dedica sua vida profissional e pessoal para engajar e coordenar as famílias de jovens empreendedores a liderarem mudanças estruturais no Brasil e no mundo.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.