Descrição de chapéu Coronavírus

Como doar em campanhas de financiamentos coletivos para combater o coronavírus

ONGs e movimentos lançam plataformas de crowdfunding para mobilizar recursos e socorrer comunidades carentes

São Paulo

A estratégia de captação de recursos via plataformas de crowdfunding é utilizada por ONGs, movimentos e entidades que atuam com as populações mais vulneráveis ao coronavírus.

A seguir, uma lista de iniciativas para quem deseja ajudar por meio de financiamentos coletivos.

G10 das Favelas

O G10 das Favelas, grupo que reúne lideranças de comunidades como Paraisópolis e Rocinha, lançou campanhas virtuais de apoio as comunidades que integram o momento. Doadores devem acessar a plataforma G10 – Apoie Paraisópolis a combater o coronavírus.

A ideia é angariar recursos para construir um hospital de campanha na região e também para montar alojamentos especiais para abrigar idosos que precisam de isolamento.

Para proteger o grupo mais vulnerável, a Associação de Moradores de Paraisópolis pretende alugar casas no bairro vizinho, o Morumbi, para servir de abrigo durante a pandemia.

Rio Contra o Corona

Uma das primeiras iniciativas é capitaneada pelo Instituto Phi, Ekloos e Banco da Providência, que lançaram neste fim de semana a campanha Rio Contra Corona.

A campanha vai arrecadar dinheiro pela conta do Phi, que repassará os recursos para o Banco da Providência, responsável pelas compras de material de limpeza e cestas básicas para distribuição em comunidades e favelas cariocas.

À Ekools caberá a articulação com ONGs locais para fazer as doações chegarem aos beneficiários.

“O principal agora é fortalecer quem está na ponta para atender as famílias com alta vulnerabilidade social, que precisam de informação e o mínimo para se protegerem, com máscara, álcool em gel, material de limpeza, sabonete líquido”, afirma Luiza Serpa, fundadora do Phi.

A pandemia é uma ameaça maior em comunidades que lidam com a falta de água, essencial para higienização para evitar a roliferação do coronavírus. Luiza cita parte do Complexo do Alemão e Chatuba, em Mesquita, como localidades críticas. “Estão ali em situação precária cerca de 50 mil pessoas, que acabaram de sobreviver às enchentes do Rio de Janeiro.”

Os dados para contribuição são: Instituto Phi/ Banco Itaú/ Agência:0726/Conta corrente: 07246-5/ CNPJ:19.570.828/0002-94.

Vaquinha da Cufa

A Central Única das Favelas lançou a vaquinha virtual Ajude a Cufa a Ampliar seu Combate ao Coronavírus. Interessados podem doar qualquer valor pela plataforma Vakinha.

A organização também lançou o Fundo Solidário Covid-19 para a campanha Mães da Favela, programa que busca levar renda para a maior quantidade possível de mães moradoras desses territórios. Doações podem ser feitas pelo site da iniciativa.

ONGs de São Paulo e Recife

Campanhas de financiamento coletivo também foram lançadas para apoiar ações em São Paulo e no Recife: Ajudar São Paulo Contra o Coronavírus e Ajude as ONGs do Recife.

Fundo Emergencial de Apoio à População Ameaçada pelo Covid-19

A UniãoSP, movimento voluntário da sociedade civil para fortalecer o combate ao coronavírus no estado de São Paulo, lançou recentemente o Fundo Emergencial de Apoio à População Ameaçada pelo Covid-19.

O financiamento coletivo vai captar recursos privados, comprar e distribuir produtos, de acordo com a demanda do momento da pandemia. A meta é arrecadar e entregar 360 mil cestas com insumos necessários para a população mais afetada pela pandemia. Interessados devem contribuir exclusivamente pela plataforma online.

Matchfunding Enfrente

A Fundação Tide Setubal remodelou seu Matchfunding Enfrente para destinar recursos a projetos periféricos que combatam a pandemia do Covid-19 em regiões vulneráveis.

O programa de financiamento coletivo é feito em parceria com a plataforma Benfeitoria e destinará R$ 4 milhões para que iniciativas de periferias brasileiras tirem do papel soluções para enfrentar o novo coronavírus nestes territórios.

Serão aportados R$ 20 mil em cada iniciativa que conseguir alcançar a meta de R$ 10 mil pela mobilização de seus parceiros e sociedade. Qualquer pessoa pode doar qualquer valor para o crowdfunding, feito de forma online.​

Fundo Emergências Econômicas

O Fundo é o primeiro projeto nascido da Coalizão Éditodos, criada em 2017 e que reúne seis empresas e ONGs de impacto social: Agência Solano Trindade, Afrobusiness e Feira Preta (SP), FA.Vela (BH) Instituto Afrolatinas (DF) e Vale do Dendê (Salvador).

Os recursos captados com empresas privadas serão doados para que os empreendedores, especialmente jovens e mulheres moradoras da periferia, possam acertar as contas emergenciais, possibilitando a manutenção dos seus negócios neste momento de incertezas. O objetivo é arrecadar R$ 1 milhão até o final de abril.

Rede Solidária

Quando a pandemia do coronavírus chegou ao Brasil, começaram a surgir diversas iniciativas de organizações da sociedade civil, ONGs, coletivos e ativistas em geral, buscando mobilizar as pessoas para ajudar os que mais precisam.

Diante disso, a Abong (Associação Brasileira de ONGs), organização comprometida em fortalecer a sociedade civil organizada, criou a Rede Solidária, que tem o objetivo de unificar todas essas iniciativas em um único espaço.

Por meio de suas associadas e parceiras, a Associação está levantando recursos materiais e financeiros para ajudar as populações em situação de risco e vulnerabilidade social. São comunidades periféricas, ribeirinhas, quilombolas e assentamentos que precisam que lhes sejam garantidos o básico e minimizados os efeitos do Covid-19. Valores a partir de R$ 20 podem ser doados pela plataforma da Rede.

BrazilFoundation

Organização pioneira em filantropia no Brasil, a missão da BF é mobilizar recursos para ideias e ações que transformem o Brasil. Em meio à pandemia, a instituição lançou a campanha "BrazilFoundation em Ação - Juntos contra a COVID-19", com o objetivo de angariar recursos para ajudar a frear a disseminação do vírus no país.

A campanha consiste em mobilizar sua rede internacional de apoiadores para incentivar organizações sociais que prestem assistência a pessoas que vivem em condições precárias e sem acesso a itens básicos de higiene como água potável e sabão, além de dar suporte aos que tenham necessidade de sair de casa a qualquer custo para garantir o sustento da família.

As iniciativas selecionadas estão situadas ou atuam em comunidades periféricas de centros urbanos. São elas: Redes da Maré, do Rio de Janeiro; Casa do Zezinho, em São Paulo; Instituto MandaVer, no Alagoas; e Cidade dos Meninos, em Minas Gerais. As doações devem ser feitas pela plataforma online da campanha.

Associação Helena Piccardi de Andrade e Silva (AHPAS)

Por conta da pandemia do coronavírus, a AHPAS corre o risco de fechar suas portas e encerrar seu trabalho de transporte gratuito e apoio sociofamiliar oferecido a crianças e adolescentes em tratamento de câncer, que realiza há mais de 20 anos.

Especialmente neste período em que a população deve permanecer em quarentena, o transporte individual e seguro de pacientes é ainda mais importante.

Com suas principais fontes de renda em situação de inviabilidade, como os bazares e os eventos beneficentes, a ONG colocou no ar uma campanha de financiamento coletivo, à qual pode ser doado qualquer valor. Até o momento já foram arrecadados R$ 4.400, da meta de R$ 20 mil.

Vocação

A organização da sociedade civil Vocação está promovendo, até o final de abril, a “Ação Solidária contra COVID-19”.

Por meio de uma campanha online, a organização busca arrecadar recursos financeiros para a compra de cestas básicas e produtos de higiene para auxiliar milhares de famílias em vulnerabilidade social da zona sul da cidade de São Paulo.

As doações serão feitas semanalmente, conforme forem recebidas as arrecadações pela campanha online e as doações extras de empresas parceiras. O valores arrecadados contribuirão para a compra de cestas básicas e kits de higiene que custam, em média, R$ 60 cada.

A meta até o fim da campanha é atingir a marca de R$ 180 mil para a compra de 3.000 cestas.

Camarote Salvador

A Premium Entretenimento, agência responsável pelo Camarote Salvador, desenvolveu a campanha "Doe possibilidades", criada com o objetivo de arrecadar fundos que serão distribuídos à diferentes instituições brasileiras, entre elas o hospital Santa Casa e quatro unidades Cufa (Central Única de Favelas) de diferentes estados, além do Projeto Velho Amigo, em São Paulo.

Além da doação realizada pela própria produtora, a campanha visa engajar parceiros e clientes que queiram se solidarizar com a causa. As doações serão recebidas pela plataforma Kickante, que não estipula valor mínimo e, ao final da arrecadação, a organização comunicará em suas redes sociais o resultado da campanha, além do detalhamento da divisão de verba para as instituições beneficiadas.

Saúde Criança

A Saúde Criança, que atua há 28 anos e é considerada a melhor organização social da América Latina, está fazendo uma campanha para enfrentar a situação atual.

Com as doações, será possível ampliar os recursos disponíveis para que 250 famílias —mais de mil pessoas— comprem itens básicos de sobrevivência, como medicamentos, alimentos e materiais de higiene.

As doações via cartão de crédito devem ser feitas pelo site da campanha. Já contribuições por transferência bancária devem ser direcionadas para Associação Saúde Criança Renascer / CNPJ: 40.358.848/0001-01, nos bancos Itaú / Agência: 0532 / CC: 18096-5; Bradesco / Agência: 1444 / CC: 26259-5 ou Banco do Brasil / Agência: 3519 / CC: 29.905-7.

Renovatio

A ONG Renovatio, que leva saúde visual e doa óculos para os que precisam, lançou uma campanha para arrecadar fundos para Complexo Hospitalar Móvel recém instalado no Hospital das Clínicas na Unicamp. A ação é feita em parceria com a ONG Expedicionários da Saúde.

O dinheiro arrecadado será usado para a compra de máscaras, testes rápidos e outros equipamentos necessários para tratar pacientes infectados pelo coronavírus.

Interessados podem contribuir pelo site da campanha.

Movimento Stop Covid-19

Encabeçado pelo Non Stop, líder no gerenciamento de artistas e influenciadores da América Latina, que com a ajuda de talentos de seus casting como Whindersson Nunes, Tirulipa e Yuri Marçal, irá arrecadar fundos para minimizar os impactos do Covid-19.

A meta é chegar a R$ 1 milhão que serão doados para a Cruz Vermelha Brasileira, maior instituição de ajuda humanitária do mundo. As doações serão revertidas para auxiliar no combate e tratamento do novo coronavírus. Para contribuir, basta acessar a plataforma online.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.