Descrição de chapéu Coronavírus

Secretária de Saúde diz ter segundo diagnóstico de coronavírus no interior de SP

Lucimeire Rocha, de Santa Bárbara d'Oeste, obteve o primeiro resultado em maio e o novo, em julho

Americana (SP)

A secretária de Saúde de Santa Bárbara d'Oeste (SP), Lucimeire Rocha, diz ter apresentado pela segunda vez um resultado positivo no exame de diagnóstico do novo coronavírus.

O primeiro diagnóstico ocorreu em maio, quando a secretária apresentou sintomas leves, recuperando-se em casa e retomando as atividades após alta médica.

De acordo com a prefeitura, Rocha voltou a apresentar sintomas da doença em 26 de julho. Em novo teste, o resultado foi positivo, e os procedimentos de isolamento, monitoramento e tratamento voltaram a ser adotados. Desta vez, a secretária chegou a ser internada, mas agora está em recuperação em casa.

A secretária de Saúde de Santa Bárbara d'Oeste, Lucimeire Rocha, ao lado do prefeito Denis Andia
A secretária de Saúde de Santa Bárbara d'Oeste, Lucimeire Rocha, ao lado do prefeito Denis Andia - Lucimeire Rocha no Facebook

Em nota, a prefeitura afirmou que "novos exames foram coletados no início desta semana para apontar se houve uma reinfecção ou recrudescência".

Questionada sobre a possibilidade de um dos resultados ter sido um falso positivo, a prefeitura não se pronunciou.

Até o momento, não há comprovação científica da possibilidade de uma pessoa se infectar mais de uma vez pelo coronavírus.

Em ambas as ocasiões o diagnóstico foi feito por meio do teste RT-PCR, realizado com a coleta de muco do nariz e da boca do paciente.

"Foram quatro dias extremamente difíceis, de cama, com fortes dores de cabeça, dores no corpo, perda de olfato e paladar, com uma tosse muito forte”, contou Rocha ao jornal Liberal, em maio.

"Não desejo isso para ninguém, nem na forma mais leve. As pessoas precisam ter um pouco mais de consciência, porque há quem não acredite ainda. Por experiência própria posso dizer que isso não é uma invenção", acrescentou.

Com 193 mil habitantes, Santa Bárbara enfrenta uma das situações mais dramáticas da pandemia na região de Campinas, com crescimento exponencial do número de casos confirmados e de mortes. Apenas no último mês, os casos confirmados quase quadruplicaram, de 662 para 2.465, enquanto as mortes triplicaram, de 22 para 71.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.