Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
12/04/2011 - 18h51

Doses altas de vitamina D evitam perda da visão

Publicidade

DE SÃO PAULO

Consumir 18 microgramas de vitamina D por dia, por meio de alimentos ou suplementos, diminui em 60% o risco de degeneração macular. A doença, relacionada ao envelhecimento, é a principal causa de cegueira no mundo todo.

Um estudo feito na Universidade de Búfalo (EUA) avaliou os níveis de vitamina D no sangue de 1.313 mulheres de 50 a 79. Elas responderam questionários sobre hábitos alimentares e tempo de exposição ao sol.

Os pesquisadores concluíram que quanto menor o consumo da vitamina, maior a chance de desenvolver o problema. A deterioração progressiva da retina não tem cura.

RECOMENDAÇÕES

A atual recomendação diária de vitamina D para idosos é de 15 microgramas. Segundo os responsáveis pelo estudo, é possível chegar às 18 mcg por meio de alimentos como peixes, ovos, leite e laticínios.

A exposição ao sol também é importante para aumentar os níveis da vitamina no corpo. No entanto, a análise dos questionários sobre hábitos das participantes da pesquisa mostrou que a alimentação foi o fator que fez a diferença para aquelas mulheres.

Segundo a coordenadora do estudo, Amy Millen, o uso de suplementos só deve ser feitos sob orientação médica. O uso prolongado de doses muito altas da vitamina pode causar danos ao fígado, aos rins e aos ossos.

+ Livraria

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página