Dorival Júnior tem desempenho similar ao de Ceni no São Paulo

Treinador chegou às mesmas 35 partidas que seu antecessor fez no comando do time

O técnico Dorival Júnior comanda o São Paulo na derrota por 2 a 1 para o Santos, no Morumbi
O técnico Dorival Júnior comanda o São Paulo na derrota por 2 a 1 para o Santos, no Morumbi - Rubens Chiri/São Paulo
São Paulo

Na derrota para o Santos por 1 a 0, no domingo (18), o técnico do São Paulo, Dorival Júnior, chegou a 35 partidas à frente da equipe, o mesmo número de jogos que seu antecessor Rogério Ceni, demitido em julho do ano passado, fez –sem contar a Florida Cup.

Dorival tinha a missão de salvar o clube tricolor do rebaixamento no Brasileiro, e conseguiu. Dos 26 jogos que disputou no Nacional, venceu dez, empatou nove e perdeu sete. Um aproveitamento de 50% dos pontos.

O desempenho foi melhor do que o de Ceni no torneio. O ex-goleiro, um dos maiores ídolos da torcida são-paulina, deixou o cargo após 11 jogos no Campeonato Brasileiro. Foram três vitórias, dois empates e seis derrotas. Aproveitamento de apenas 33,33% no Nacional.

No entanto, o atual treinador sofre para fazer seu time engrenar no Paulista. Das sete partidas que disputou até o momento, venceu três, empatou uma e perdeu outras três. A equipe obteve só 47,62% dos pontos que disputou até aqui.

No Estadual passado, Ceni fez 16 jogos, com sete vitórias, seis empates e três derrotas. Aproveitamento melhor do que o do atual treinador: 56,2%.

No geral, Dorival Júnior tem ligeira vantagem: 52,38% de aproveitamento contra 50,48% de Ceni. A diferença é referente a apenas dois pontos a mais que o treinador conquistou no período.

Último treinador são-paulino a ficar mais de um ano no cargo, Muricy Ramalho é o que tem o melhor desempenho entre os técnicos com passagem recente pelo time, com 59,94% dos pontos conquistados em sua última passagem pela agremiação, entre 2013 e 2015.

Depois disso, o colombiano Juan Carlos Osorio aparece em segundo, com 52,87%. Dorival é o terceiro, com 52, 38%, seguido por Ceni, 50,48%.

 
 
 
 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.