Descrição de chapéu Agora Campeonato Brasileiro

Batizado em homenagem a Cruyff, meia do Palmeiras agradece a pai exigente

Hyoran conquista vaga de titular no clássico contra o Santos nesta quinta-feira

Rafaela Cardoso
São Paulo | Agora

Contratado no final de 2016, o meia Hyoran, 25, vem conquistando espaço no Palmeiras. Mas a trajetória do camisa 28 até atingir sua melhor fase no clube não foi das mais fáceis.

"Quando me apresentei no Palmeiras, tinha passado por um momento difícil e acabei não me preparando muito bem", conta o jogador, que antes de ir para o clube estava na Chapecoense e só escapou do acidente aéreo com o avião da equipe, que matou 71 pessoas na Colômbia, porque estava lesionado.

Hyoran (á dir.) conquistou vaga de titular para o clássico entre Santos e Palmeiras
Hyoran (á dir.) conquistou vaga de titular para o clássico entre Santos e Palmeiras - Cesar Greco/Agência Palmeiras/Folhapress

"O clube me apresentou um projeto muito legal de fortalecimento e ganho de massa. Perdi um pouco de gordura que eu tinha e ganhei 5 kg de massa magra. Me senti bem melhor fisicamente, isso me ajuda bastante dentro de campo", afirmou Hyoran.

O interesse pelo futebol foi herdado do seu pai, Renato Dalmoro, que se inspirou no craque holandês Johan Cruyff, que fez história com o Carrossel Holandês na Copa do Mundo de 1974, para dar nome ao seu filho.

Foi ele também que incentivou Hyoran a dar os primeiros chutes nos campos de futebol.

"Sou destro, mas, graças ao meu pai, que me ajudava e me cobrava muito quando eu era criança, treinei as duas pernas. Eu brinco que ele amarrava minha perna direita para que eu chutasse só com a esquerda", lembra o meia, aos risos, falando sobre aquele que pode ser considerado o seu primeiro treinador.

"Hoje eu agradeço a ele sempre que conversamos. Quando fiz os dois gols de canhota [contra Sport e Alianza Lima], brincamos sobre isso. É muito gratificante ver tudo acontecer, e fico muito feliz por ver o amor do meu pai hoje dando resultado", diz o jogador.

Hoje, Hyoran começa a colher os frutos desde sua chegada ao clube alviverde. Por ter sido destaque constante nos treinamentos, o meio-campista quer garantir sua vaga entre os 11 titulares do técnico Roger Machado, com quem tem ótima relação.

"Quando chegou, o Roger conversou comigo. Surgiram oportunidades para eu sair, mas ele disse que tinha confiança em mim e que uma hora ele me daria chance, porque ele acreditava no meu futebol. E foi o que aconteceu. Vivo um momento muito bom, tenho feito bons jogos, dando assistências e fazendo gols. Era o que eu sonhava",disse.

Hyoran será titular no time do Palmeiras que enfrenta o Santos nesta quinta (19), às 20h, no Pacaembu, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Santos x Palmeiras
20h, no Pacaembu
Na TV: Pay-per-view

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.