Descrição de chapéu Copa Libertadores

Witzel se ajoelha diante de Gabigol, que não corresponde

Governador do Rio, que já se declarou corintiano, comemorou título no gramado

São Paulo

Herói do bicampeonato do Flamengo na Libertadores ao marcar dois gols em três minutos neste sábado (23), durante a final contra o River Plate, o atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, foi aclamado por milhões de torcedores rubro-negros.

Também pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que estava no gramado do estádio Monumental, em Lima, durante a festa flamenguista, e foi na direção do atacante para cumprimentá-lo.

Após apertar a mão do jogador, Witzel se ajoelhou diante dele. Nesse momento, Gabigol olhou para baixo e caminhou em outra direção.

A imagem foi captada pelo repórter cinematográfico da Globo Edu Bernardes. Até a publicação deste texto, o atleta não havia falado sobre o episódio.

Neste domingo (24), o político, que viajou com o elenco campeão de volta ao Brasil e participou da celebração no carro de som que desfila pelas ruas do Rio de Janeiro, postou uma foto ao lado de Gabigol.

Na decisão, o governador representou o estado que sediará a final da Libertadores 2020. A partida decisiva do ano que vem está marcada para o Maracanã, novamente em novembro.

Em suas redes sociais, Witzel, que já se declarou torcedor do Corinthians, além de admirador de Sócrates e do movimento Democracia Corinthiana, publicou um vídeo em que comemora euforicamente o segundo gol do Flamengo.

Vestido com uma camiseta rubro-negra com seu nome e o número 20, referente ao seu partido, o PSC, ele estava em um dos camarotes do estádio Monumental.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.