Piloto português morre após acidente no Rali Dacar

Paulo Gonçalves chegou a ser levado para hospital, mas não resistiu

Reuters

O motociclista português Paulo Gonçalves, 40, morreu neste domingo (12) após um acidente na sétima etapa do Rali Dacar, que está sendo disputado pela primeira vez na Arábia Saudita.

Gonçalves, que participava do evento pela 13ª vez, caiu de sua moto após 276 quilômetros da etapa, entre a capital do país, Riad, e a cidade de Wadi Al Dawasir. Ele chegou a ser levado de helicóptero para um hospital, mas não resistiu e morreu depois de uma parada cardíaca.

O piloto português Paulo Gonçalves é atendido após acidente no Rali Dacar, neste domingo (12)
O piloto português Paulo Gonçalves é atendido após acidente no Rali Dacar, neste domingo (12) - Franck Fife/AFP

“Toda a caravana do Dakar gostaria de estender as sinceras condolências aos seus amigos e à sua família”, disse a organização do evento em comunicado.

Gonçalves era da equipe Hero Motorsports e foi o primeiro competidor a morrer no Rali Dacar desde o motociclista polonês Michal Hernik, que morreu na Argentina, em 2015.

O português terminou entre os dez primeiros competidores da competição quatro vezes e foi vice-campeão em 2015, atrás do espanhol Marc Coma, que está competindo neste ano como copiloto do bicampeão mundial de Fórmula 1 Fernando Alonso.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.