Descrição de chapéu Coronavírus

Neymar volta ao Brasil após França endurecer combate ao coronavírus

Atacante do PSG seguirá cartilha de recomendações do clube francês para treinos

São Paulo

O atacante Neymar, 28, deixou a França e está de volta ao Brasil para iniciar no país um período de isolamento durante a pandemia de coronavírus.

A informação, publicada pelos jornais franceses L'Equipe e Le Parisien e pelo jornal catalão Sport, foi confirmada pela Folha em contato com a assessoria do atacante do Paris Saint-Germain.

O atacante Neymar retornou ao Brasil para ficar isolado durante a pandemia do coronavírus
O atacante Neymar retornou ao Brasil para ficar isolado durante a pandemia do coronavírus - Benoit Tessier/Reuters

Na última segunda-feira (16), o governo francês aumentou as restrições com relação à circulação de pessoas nas ruas. De acordo com o presidente Emmanuel Macron, haverá fiscalização e ​punições caso a população quebre o protocolo adotado pelas autoridades.

"Sabemos de bares, restaurantes e lojas que não cumpriram nossa orientação de não funcionar, como se a vida afinal não houvesse mudado. Eu lhes digo que não só vocês não estão se protegendo como também estão colocando em risco seus amigos", disse Macron em pronunciamento na TV.

O governo ainda alertou sobre a proibição de passeios e reuniões familiares, reforçando que os deslocamentos fora de casa sejam feitos apenas em casos de necessidade.

O anúncio de medidas mais duras se seguiu a movimentos semelhantes feitos pela Alemanha e pelo Reino Unido, além de outros países.

De acordo com o L'Equipe, o zagueiro brasileiro Thiago Silva, 35, também retornou ao Brasil.

O atacante da seleção brasileira seguirá uma cartilha do PSG para treinos durante o período de suspensão dos campeonatos em razão do coronavírus.

O Paris Saint-Germain, como nos últimos anos, lidera com tranquilidade o Campeonato Francês –68 pontos, 8 a mais que o vice-líder Olympique de Marselha e com um jogo a menos. Nas últimas 7 temporadas, em 6 delas o título ficou com o clube parisiense.

O PSG, inclusive, é uma das quatro equipes que já garantiram classificação às quartas de final da Champions –a competição também está paralisada por tempo indeterminado.​ As outras são RB Leipzig (ALE), Atalanta (ITA) e Atlético de Madrid.

Nas oitavas de final da competição, Neymar marcou o gol do time na derrota para o Borussia Dortmund por 2 a 1, no jogo de ida, na Alemanha, e abriu o placar do triunfo por 2 a 0 em Paris, que colocou o clube na próxima fase.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.