Descrição de chapéu Liga dos Campeões 2019 - 2020

Neymar marca e vai pela primeira vez com PSG às quartas da Champions

Campeão de 2019, Liverpool cai diante do Atlético de Madrid na prorrogação

São Paulo

Os portões do Parque dos Príncipes permaneceram fechados por causa da epidemia do novo coronavírus, mas os torcedores do Paris Saint-Germain não seguiram a recomendação de evitar aglomerações. Muitos deles se juntaram nos arredores do estádio e celebraram a classificação às quartas de final da Champions League.

Neymar abriu o placar, e o time francês venceu o Borussia Dortmund por 2 a 0, em Paris. Como o jogo de ida havia sido vencido pela equipe alemã por 2 a 1, o resultado foi suficiente para os comandados de Thomas Tuchel sobreviverem na disputa.

O atacante Neymar celebra no Parque dos Príncipes vazio - AFP/Getty/Uefa

Foi a primeira vez que Neymar conseguiu avançar às quartas de final da principal competição europeia desde que o PSG fez dele o jogador mais caro do mundo. Contratado em 2017, ele sofreu lesões nas temporadas 2017/18 e 2018/19 e acabou ficando fora das partidas que definiram as eliminações da equipe, nas oitavas, diante de Real Madrid e Manchester United.

Desta vez, o brasileiro conseguiu participar das duas partidas dessa fase. Em Dortmund, marcou o importante gol fora de casa que tornou menos complicada a tarefa no duelo de volta. Em Paris, balançou a rede de cabeça e teve participação importante na virada.

Ele abriu o placar, aos 28 minutos do primeiro tempo, completando cobrança de escanteio executada por Di María. Na celebração, enquanto os torcedores festejavam do lado de fora do estádio, sentou-se no gramado, em posição de meditação –uma provocação ao rival Haaland, que é adepto da prática e comemora seus gols dessa forma.

Aglomerados fora do estádio, torcedores do PSG fazem a festa - Franck Fife/AFP

O PSG voltou a marcar ainda na etapa inicial, nos acréscimos. Em jogada que teve a participação de Neymar, Sarabia cruzou rasteiro da direita, e Bernat desviou no canto direito.

Defensivo na etapa inicial, o Dortmund precisou ir ao ataque após o intervalo. A formação alemã chegou a levar algum perigo em finalizações de fora da área, mas não fez o suficiente para evitar a eliminação. No finalzinho, em confusão com Neymar, Emre Can recebeu cartão vermelho.

Campeão com o Barcelona na temporada 2014/15, Neymar está na luta por seu segundo título da Champions League. Ele vive um ano de conflitos com os torcedores do PSG, após uma tentativa frustrada de deixar o clube, mas nesta quarta-feira (11) eles vibraram com o brasileiro.

Atlético derruba Liverpool na prorrogação

Chegou ao fim a defesa do título europeu pelo Liverpool. O time inglês jogou 120 minutos contra o Atlético de Madrid, nesta quarta-feira (11), e o placar exibido ao fim da prorrogação, 3 a 2 para os visitantes, não foi bom para os torcedores que lotaram o estádio Anfield.

Durante os 90 minutos, a equipe dirigida por Jürken Klopp contou com um gol de cabeça de Wijnaldum, aos 43 do primeiro tempo, para devolver a derrota por 1 a 0 sofrida no jogo de ida, na Espanha. Apesar da pressão após o intervalo, o marcador não voltou a ser mexido no tempo normal.

O Liverpool começou bem a prorrogação e chegou ao que poderia ser o gol da classificação aos cinco minutos, quando Roberto Firmino deu um cabeceio na trave e ele próprio aproveitou rebote. Em seguida, porém, o Atlético renasceu.

Aos sete minutos, o goleiro Adrián, que substituía o contundido Alisson, saiu jogando de maneira errada pelo time vermelho. João Félix ficou com a bola e a passou para Llorente, que bateu de fora da área no canto esquerdo.

A bola entrou no mesmo canto pouco depois, nos acréscimos do primeiro tempo extra. Em contragolpe dos visitantes bem armado por Morata, Llorente dominou na meia-lua e tornou muito difícil a situação do Liverpool.

O atacante Llorente comemora um de seus dois gols no jogo - Phil Noble/Reuters

Nos 15 minutos derradeiros, os ingleses precisariam de duas bolas na rede para sobreviver –um, pelo critério dos gols fora de casa, não seria suficiente. Eles tentaram partir ao ataque, mas não tiveram sucesso e ainda levaram mais um gol, de Morata, em contragolpe no finalzinho.

Atlético e Paris Saint-Germain, assim, juntaram-se a Atalanta e RB Leipzig, que haviam se classificado às quartas de final na última terça (10). Na semana que vem, os últimos classificados sairão dos seguintes confrontos: Manchester City e Real Madrid, Bayern e Chelsea, Juventus e Lyon e Barcelona e Napoli.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.