Descrição de chapéu Campeonato Brasileiro 2020

Luciano estreia com gol e evita nova derrota do São Paulo

Santos volta a contar com atacante Marinho para vencer no Brasileiro

São Paulo

Em um clima tenso, com protesto de torcedores antes do jogo no Morumbi, o São Paulo ao menos evitou o pior. Com um gol do estreante Luciano aos 40 minutos do segundo tempo, o time buscou um empate por 1 a 1 com o Bahia na noite de quinta-feira (20).

Recém-contratado em uma troca com o Grêmio que levou Everton ao clube gaúcho, o reforço foi acionado no intervalo, quando o placar era favorável aos visitantes. Conhecido por sua passagem pelo Corinthians, equipe pela qual conquistou o Nacional em 2015, o atleta de 27 anos começou bem com a nova camisa.

O resultado fez o time do pressionado treinador Fernando Diniz chegar aos quatro pontos e ficar fora da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro, que teria sido uma realidade em caso de derrota. A formação baiana, com sete, está em situação melhor na tabela.

O atacante Luciano comemora o gol do São Paulo - Amanda Perobelli/Reuters

O São Paulo até começou bem, frequentando a área do Bahia e criando problemas aos visitantes. Logo, porém, os recorrentes problemas defensivos apareceram e deixaram o time em desvantagem no placar.

A primeira pane ocorreu aos 13 minutos, quando Rodriguinho invadiu a área e foi derrubado por Igor Vinícius. Após longa espera para a atuação do árbitro de vídeo, Gilberto cobrou o pênalti e parou em ótima defesa de Tiago Volpi.

O goleiro nada pôde fazer pouco depois, aos 21, em lançamento preciso de Rodriguinho para Rossi, que recebeu nas costas da defesa e bateu no canto direito para abrir o placar. O Bahia seguiu no ataque e dominou o jogo por alguns minutos até os donos da casa conseguirem se recompor.

No intervalo, Diniz acionou o estreante Luciano para ganhar força ofensiva. A alteração inicialmente não surtiu efeito, e a equipe nordestina construiu chances para matar o jogo. Élber teve a melhor delas, mas, na cara de Volpi, atrapalhou-se na tentativa de encobrir o goleiro.

Já na parte derradeira do embate, mais inteiro fisicamente, o São Paulo pressionou e chegou ao empate aos 40 minutos, em escanteio completado por Luciano de cabeça. Pablo ainda teve a oportunidade da virada, em seguida, mas falhou na entrada da pequena área. E o Bahia parou na trave nos acréscimos.

Marinho volta a decidir, e Santos supera Sport no Recife

Após um mau início no Campeonato Brasileiro, o Santos conseguiu sua segunda vitória consecutiva. Como havia ocorrido contra o Athletico, Marinho foi decisivo no triunfo por 1 a 0 sobre o Sport, na Ilha do Retiro, no Recife.

O bonito gol do atacante deixou o time da Vila Belmiro com sete pontos, a apenas dois da primeira colocação. A equipe pernambucana, estacionada nos quatro, está na metade de baixo da tabela.

Marinho, atacante do Santos, em partida contra o Sport
O atacante Marinho em ação na Ilha do Retiro - Divulgação/Santos FC

O Santos teve mais posse de bola na etapa inicial, mas foi, na maior parte do tempo, um domínio estéril, que não rendia oportunidades de gol. O Sport, quando chegava, levava maior perigo à meta do adversário.

Os donos da casa tiveram uma boa oportunidade já perto do intervalo, quando Marquinhos aproveitou falha de Soteldo e deixou Ricardinho na cara do gol. Do outro lado, Kaio Jorge partiu em contra-ataque, cortou a marcação e parou em boa defesa de Maílson.

Cuca mexeu no time alvinegro no intervalo, apostando em Tailson na vaga de Sánchez. Depois, ainda acionaria Jean Mota, Lucas Braga e Marcos Leonardo. Mas foi Marinho quem novamente resolveu o jogo.

Aos 31 minutos do segundo tempo, em jogada bem trabalhada pelo Santos, o atacante recebeu na área, pela direita. Ele puxou a bola para o pé esquerdo e acertou uma finalização precisa, no ângulo direito de Maílson. Foi o suficiente para definir o placar.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.