Descrição de chapéu Copa Libertadores 2020

Santos vira no fim e mantém chance de melhor campanha da Libertadores

Equipe da Baixada Santista agora torce por tropeço do Palmeiras nesta quarta (21)

São Paulo

O Santos fechou sua participação na fase de grupos da Copa Libertadores com uma suada vitória de virada. Na Vila Belmiro, a equipe da Baixada Santista buscou nos acréscimos o triunfo por 2 a 1 sobre o Defensa y Justicia (ARG), na noite de terça-feira (20), com um gol de Marcos Leonardo.

Com o resultado, os comandados de Cuca chegaram aos 16 pontos e mantiveram a chance de ficar com a melhor campanha da competição, que vale a vantagem de decidir em casa nos mata-matas. Para ter a liderança geral consolidada, o Palmeiras precisa perder ou empatar com o Tigre (ARG), na quarta (21).

Já o Defensa y Justicia, que estava se classificando com o empate, acabou sendo eliminado. A segunda colocação do Grupo acabou ficou com o Delfín (EQU), que começou a rodada na lanterna da chave e venceu o Olimpia, fora de casa, por 1 a 0.

Lucas Braga celebra o primeiro gol da virada do Santos - Alexandre Schneider/Reuters

Na Vila, Cuca pôde contar com o atacante Soteldo. Tudo indicava que ele não voltaria a defender o Santos, que aceitou uma proposta de US$ 7 milhões (cerca de R$ 39 milhões) para negociá-lo com o Al Hilal, porém, não houve acordo entre o atleta e o clube da Arábia Saudita.

Mesmo com a inesperada presença do jogador, a equipe da casa teve dificuldades. Os anfitriões até começaram bem o jogo, rondando a área dos visitantes, mas perderam força ao longo do primeiro tempo e passaram a ceder oportunidades.

Braian Romero e Isnaldo tiveram chances até o intervalo, no qual Cuca decidiu colocar Lucas Lourenço no lugar de Jean Mota. A mexida não teve resultado imediato, e o Defensa y Justicia abriu o placar aos seis minutos, quando Braian Romero aproveitou boa jogada de Pazzini pela direita.

O Santos quase levou o segundo, mas insistiu em busca da vitória e alcançou o objetivo. Aos 33 minutos, Pará avançou pela direita e cruzou. Wagner Leonardo ficou com a sobra e fez novo cruzamento para Lucas Braga balançar a rede.

A virada foi obtida já aos 47: Lucas Braga puxou contra-ataque e deixou Marcos Leonardo sem goleiro para marcar. Desesperado, o Defensa y Justicia foi ao ataque em busca do empate que lhe daria a classificação e quase conseguiu. Pituca salvou em cima da linha.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.