Vinicius Junior marca dois e Real sai na frente do Liverpool na Champions

Espanhóis vencem ingleses por 3 a 1; Manchester City bate Borussia Dortmund

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Com dois gols do atacante Vinicius Junior, o Real Madrid venceu o Liverpool por 3 a 1 nesta terça-feira (6), no estádio Alfredo Di Stéfano, na partida de ida das quartas de final da Champions League.

O meia-atacante Asensio fechou a vitória do time de Zinedine Zidane, no duelo que marcou a reedição da decisão europeia de 2017/2018, quando os espanhóis ficaram com o título. Salah descontou para os ingleses.

Vinicius Junior comemora um de seus gols sobre o Liverpool no estádio Alfredo Di Stéfano
Vinicius Junior comemora um de seus gols sobre o Liverpool no estádio Alfredo Di Stéfano - Gabriel Bouys/AFP

A partida de volta entre as equipes está marcada para a próxima quarta-feira (14), em Anfield. Vitória por 2 a 0 classifica os comandados do técnico Jürgen Klopp à semifinal do torneio.

Vinicius Junior abriu o placar após lindo lançamento de Toni Kroos do campo de defesa. O atacante dominou no peito entre dois defensores, invadiu a área e chutou cruzado na saída de Alisson, aos 27 minutos do primeiro tempo.

O gol fez com que o brasileiro de 20 anos se tornasse o segundo mais jovem a marcar pelo Real Madrid em jogos eliminatórios da Champions, atrás apenas de Raúl González, que marcou contra a Juventus em 1996, aos 18 anos.

Com 36 da etapa inicial, Asensio aumentou a vantagem. Em novo lançamento de Kroos, o lateral direito inglês Alexander-Arnold tentou cortar de cabeça, mas mandou a bola nos pés do meia-atacante espanhol. Cara a cara com Alisson, Asensio encobriu o goleiro brasileiro para marcar.

Logo no início do segundo tempo, aos 6, o Liverpool descontou com Salah, em lance checado no VAR por possível impedimento. Mas Vinicius Junior voltaria a esticar o placar para os espanhóis na sequência.

Foto aberta mostra bola entrando na rede
Estádio Alfredo Di Stefano, com capacidade para 6.000 pessoas, em Madri, recebeu a partida; Santiago Bernabéu está em reforma - Susana Vera/Reuters

Após combinação entre Benzema e Modric, o brasileiro recebeu dentro da grande área e finalizou de primeira para anotar o terceiro e fechar o triunfo do Real, aos 20.

No outro jogo desta terça válido pelas quartas de final da Champions, o Manchester City venceu o Borussia Dortmund, em casa, por 2 a 1. Kevin De Bruyne e Phil Foden anotaram os gols da equipe de Pep Guardiola –Marco Reus marcou para os alemães.

Jogadores do Manchester City comemoram o gol de Kevin De Bruyne diante do Dortmund
Jogadores do Manchester City comemoram o gol de Kevin De Bruyne diante do Dortmund - Phil Noble/Reuters

Os times voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, no Signal Iduna Park, casa do Dortmund. Triunfo por 1 a 0 classifica o time alemão à próxima fase.

De Bruyne abriu o placar em rápido contra-ataque do City após erro de passe de Emre Can no meio de campo. Após cruzamento de Foden, Mahrez dominou na direita da grande área e rolou para o belga marcar o primeiro dos ingleses, aos 19 minutos de partida.

Já na etapa final, aos 39, o norueguês Erling Haaland, artilheiro desta edição da Champions com dez gols, serviu o companheiro Marco Reus, que bateu cara a cara com Ederson para empatar.

Em busca da vitória em casa, a equipe de Pep Guardiola voltou a pressionar o Dortmund nos minutos finais do jogo. De Bruyne lançou na grande área, Gündogan dominou e rolou para Foden, que veio de trás e bateu cruzado para fechar o triunfo do City, aos 45 da etapa final.

Quartas de final da Champions League - jogos de ida

Terça-feira (6)

Manchester City 2x1 Borussia Dortmund

Real Madrid 3x1 Liverpool

Quarta-feira (7)

16h Bayern de Munique x PSG - Facebook da TNT Sports (gratuito) e Estádio TNT Sports (streaming pago)

16h Porto x Chelsea - TNT e Estádio TNT Sports (streaming pago)

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.