Saltar para o conteúdo principal Saltar para o menu

Goleiro alemão na Copa-2006 diz que brasileiro Júlio César está em declínio

Thomas Kienzle - 30.jun.2006/Associated Press
Lehmann defende pênalti do argentino Cambiasso nas quartas de final da Copa de 2006
O alemão Lehmann defende pênalti do argentino Cambiasso nas quartas de final da Copa de 2006
Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS

Jens Lehmann, 44, defendeu a Alemanha em três Copas do Mundo. Em 1998 e 2002, como reserva de Oliver Kahn –eleito o melhor no Mundial em que os alemães foram derrotados pelo Brasil na final. Quatro anos depois, o então goleiro do Arsenal, da Inglaterra, tornou-se titular na Copa de 2006. E foi destaque na campanha até a terceira colocação, principalmente ao defender dois pênaltis de argentinos da disputa das quartas de final.

Aposentado desde 2011 e, hoje, um dos embaixadores da Fundação Laureus –que organizou entrevista com perguntas enviadas por veículos de imprensa de todo o mundo, entre eles a Folha –, o goleiro alemão fala da atual geração da Alemanha, que coloca entre os favoritos para o Mundial no Brasil, e diz quem acredita que vai se destacar defendendo suas seleções na Copa.

Para Lehmann, o compatriota Manuel Neuer, 28, além do espanhol Iker Casillas, 32, e o belga Thibaut Courtois, 22, são os melhores goleiros desta Copa. Sobre o titular da seleção brasileira, afirma que Júlio César, 34, está em um período decadente o que pode "não ser perfeito para o Brasil".

*

Quem você acredita que serão os melhores goleiros na Copa?

Jens Lehmann: Para mim, um dos melhores goleiros, se não o melhor, é Petr Cech [da República Tcheca], mas ele não vai estar lá. Manuel Neuer [Alemanha] é um goleiro fantástico, provavelmente, na Copa, o melhor que você pode ver. E Iker Casillas [Espanha] vai estar lá, mas eu não o considero em tão alto nível quanto Manuel Neuer. Ainda assim, estas duas seleções vão competir pelo título mundial. O Brasil também será uma equipe forte. Haverá alguns outros goleiros, que atualmente não estão jogando em um nível muito elevado na Liga dos Campeões, com exceção de Courtois [da Bélgica e do Atlético de Madri]. Courtois é um talento realmente promissor e pode fazer a diferença com a Bélgica, porque os belgas têm, provavelmente, a equipe mais subestimado do momento mas eles têm um grande grupo de jogadores. Então, eu acho que Courtois vai estar entre os melhores da Copa.

Você viu o surgimento de uma geração diferente de jogadores alemães desde a Copa do Mundo na Alemanha em 2006, mas por que a Alemanha ainda não ganhou grandes títulos?

Eu acho que há uma razão, e o nome dela é Espanha. Eles têm uma geração ainda melhor de jogadores. Mas eu disse no último título da Eurocopa que, provavelmente, aquela era a última vitória deles em algum tempo. Isso é tudo o que esperamos na Alemanha; que a Alemanha neste momento pode ganhar e pode até mesmo bater a Espanha.

Patrik Stollarz - 4.jul.2006/AFP
Lehmann em semifinal contra a Itália em 2006
Lehmann em semifinal contra a Itália em 2006

Você acha que a Alemanha pode bater a Espanha se as seleções se encontrarem agora?

A Alemanha está sempre pronta para fazer um dura batalha no final de um torneio. Esperamos que sim, desta vez. Mas as condições agora são um pouco problemáticas, porque há alguns jogadores-chaves que estão voltando de graves contusões. E isso sempre dá alguma incerteza na preparação: será que estes jogadores estarão em boa forma para enfrentar outros jogadores difíceis, como, por exemplo, no grupo alemão, com Portugal, de Cristiano Ronaldo?

Se a Espanha vencer a Copa do Mundo de novo, depois de ter vencido as duas últimas Eurocopas, faria deles a melhor seleção de todos os tempos?

Sim, então eles vão ser, mas eu não espero que eles ganhem de novo. Eu acho que eles já atingiram o ápice. Você vê que, como a equipe de Barcelona, agora há alguma incerteza. A equipe do Real Madrid dependente de alguns outros jogadores estrangeiros. Os espanhóis são fortes mas, por alguma razão, eu acho que... ou eu duvido que eles vão ganhar a Copa.

Júlio César, goleiro da seleção brasileira, perdeu metade de uma temporada e, agora, joga no Toronto, do Canadá. Qual sua opinião sobre ele como goleiro? Seria um risco para o Brasil jogar com ele na Copa?

Para um goleiro, é diferente. Se não houver alternativa em termos de outras pessoas, ele não deve ser um risco. Mas eu acho que, como o nível dele caiu um pouco, pode não ser perfeito para o Brasil.

Matt Gade - 29.mar.2014/Associated Press
Júlio César faz defesa pelo Toronto
Júlio César faz defesa pelo Toronto

Então você está dizendo que é uma questão de saber se existe um melhor goleiro?

Bem, se você vai da Inter de Milão para o Queens Park Rangers e, agora, para Toronto, é óbvio que você não teve melhora e, como treinador, você normalmente gosta de jogadores que evoluíram.

Se houver problemas manifestações públicas no Brasil, isso afetará os jogadores?

Normalmente, ela [manifestação] não afeta você como jogador, a menos que haja grandes tumultos e toda a nação esteja envolvida. Então os partidos políticos vão usá-la para os seus fins. Mas eu não espero isso no Brasil no próximo mês. Provavelmente haverá alguns pequenos incidentes, em algum lugar aqui, em algum lugar ali, mas não mais que isso.

Você pode nos dar algumas previsões da Copa do Mundo?

Campeão: Alemanha; finalista: Brasil.

Quem será o melhor jogador da Copa?

Eu não sei. Eu imagino que o melhor jogador do torneio deve um brasileiro ou um alemão, porque a consistência combinada com o sucesso é sempre grande e muito atraente. A equipe brasileira combina qualidade com união, por isso é difícil dizer quem vai fazer a diferença lá.

Artilheiro?

Eu prevejo Aguero [da Argentina] neste momento. A seleção surpresa: Bélgica. Eles são os azarões e podem fazer uma grande diferença. Eles podem ter uma Copa muito bem sucedida pela primeira vez para seu país.

Mais opções
  • Enviar por e-mail
  • Copiar url curta
  • Imprimir
  • Comunicar erros
  • Maior | Menor
  • RSS

Livraria da Folha

Publicidade
Publicidade

Siga a folha

Publicidade

+ Livraria

Livraria da Folha

Jogo Roubado
Brett Forrest
De:
Por:
Comprar
Festa Brasil (DVD)
Vários
De:
Por:
Comprar
The Yellow Book
Toriba Editora
De:
Por:
Comprar
Futebol Objeto das Ciências Humanas
Flávio de Campos (Org.), Daniela A.
De:
Por:
Comprar
Seleção Brasileira
Publicidade
Publicidade
Voltar ao topo da página