Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
01/03/2007 - 19h44

Supremo recebe denúncia contra deputado Celso Russomanno

Publicidade

da Folha Online

O STF (Supremo Tribunal Federal) acatou nesta quinta-feira denúncia do Ministério Público Federal contra o deputado Celso Russomanno (PP-SP), pelo crime de dano ao patrimônio.

Segundo denúncia do MPF, Russomano teria desacatado e agredido um funcionário do Incor (Instituto do Coração) de São Paulo que estava no exercício de suas funções, além de ter danificado a porta do pronto-socorro. O suposto incidente teria ocorrido no dia 23 de outubro de 2002, às 21h40.

De acordo com o relatório lido pelo ministro Sepúlveda Pertence, o deputado compareceu ao Incor para acompanhar o atendimento de sua mãe, que já estava sendo assistida, mas teria ficado insatisfeito com o tratamento dado a um outro paciente.

O documento também relata que "o parlamentar teria forçado a entrada e derrubado a porta divisória de certa dependência do Incor para nela fazer entrar esse outro paciente que estaria sendo mal atendido".

O deputado Celso Russomano não foi localizado pela reportagem para comentar o assunto.

Leia mais
  • STF adia julgamento de lei que pune políticos envolvidos com corrupção
  • PFL ingressa no STF com ação contra MPs do PAC
  • Livro "Políticos do Brasil" mostra evolução do patrimônio dos deputados

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre o deputado Celso Russomano
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página