Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
20/02/2007 - 12h24

Suspensa liminar que proibia anúncio de cerveja

Publicidade

da Agência Folha, em Recife

O TRF (Tribunal Regional Federal) da 5ª Região, em Recife (PE), suspendeu por 15 dias a liminar concedida sexta (16) pelo juiz Jorge Luís Barreto, da 2ª Vara Federal no Ceará, que proibia, em todo o país, propagandas de cerveja entre as 6h e as 21h. A decisão beneficia, pelo menos, a Ambev, uma das atingidas pela liminar.

De acordo com a liminar, seriam suspensas, no rádio e na TV, todas as propagandas de cerveja no que não trouxessem a advertência de que "o consumo de bebidas alcoólicas provoca dependência química e psicológica". Pela decisão, as três principais cervejarias do país --Ambev, Femsa e Schincariol-- também seriam obrigadas a inserir a advertência em toda sua publicidade.

Mesmo com o aviso, as propagandas só poderiam ser veiculadas entre 21h e 6h --e não durante o dia todo, como ocorre hoje.

Na decisão, Barreto afirmava que apenas o aviso "beba com moderação", já veiculado na publicidade de cerveja, não atende à população e principalmente aos jovens, que "deveriam ser melhor esclarecidos sobre as conseqüências do consumo exagerado de bebidas."

Leia mais
  • Sem cerveja, Mocidade Alegre inicia comemoração em clima familiar
  • Mocidade Alegre é a campeã do Carnaval de São Paulo
  • Unidos do Peruche e Imperador do Ipiranga descem ao Grupo de Acesso
  • Salgueiro e Beija-flor se destacam no Rio; Portela empolga
  • Beija-flor encerra Carnaval no Rio com desfile suntuoso

    Especial
  • Leia o que já foi publicado sobre propaganda de cerveja
  •  

    Publicidade

    Publicidade

    Publicidade


     

    Voltar ao topo da página