Saltar para o conteúdo principal

Publicidade

Publicidade

 
 
  Siga a Folha de S.Paulo no Twitter
05/11/2009 - 18h04

Após chuva, zonas sul e sudeste de São Paulo saem do estado de atenção

Publicidade

da Folha Online

As zonas sul e sudeste de São Paulo ficaram em estado de atenção para alagamentos por uma hora, a partir das 16h35 desta quinta-feira, devido à forte chuva que atingiu as regiões. O estado de atenção é o segundo de uma escala usada pelo CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), da prefeitura, e que passa por observação, atenção, alerta e alerta máximo.

Não houve registro de alagamentos na cidade. De acordo com o órgão, as chuvas se deslocaram em direção a Juquitiba (72 km de São Paulo) e a Itanhaém (litoral).

A previsão é de novas pancadas na região metropolitana na noite desta quinta, mas com menor intensidade. A sexta-feira (6) deve amanhecer ensolarada, com poucas nuvens e com temperaturas em elevação. No entanto, devido ao calor, novas pancadas são esperadas para amanhã os períodos da tarde e noite.

Calor

A cidade registrou nesta quinta-feira a madrugada mais quente desde o mês de setembro deste ano, com 21,8ºC, segundo informações do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). A madrugada mais quente do ano aconteceu em março, com 24,1ºC. Já no segundo semestre, o recorde da madrugada foi em setembro, com 22,5ºC.

Apesar da marcação do instituto ser oficial, o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência), da Prefeitura de São Paulo, aponta a média das temperaturas da madrugada em torno dos 23ºC, com base em suas 22 estações automáticas espalhadas pela cidade.

A previsão é que as temperaturas permaneçam elevadas até o fim de semana.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade


 

Voltar ao topo da página