Descrição de chapéu
Cinema

'Ford vs. Ferrari' é filme à moda antiga com grandes sequências de corrida automobilística

Filme com Christian Bale e Matt Damon mostra competição ocorrida na década de 1960

Ford vs. Ferrari

  • Quando Estreia nesta quinta (14)
  • Classificação 12 anos
  • Elenco Christian Bale, Matt Damon e Jon Bernthal
  • Produção EUA, França, 2019
  • Direção James Mangold

“Ford vs. Ferrari” parece um filme à moda antiga. E não só pela trama se passar nos anos 1960. Para começar, é uma superprodução orçada em quase US$ 100 milhões sem nenhum super-herói em cena, algo raro na Hollywood atual.

Inspirada em uma história real, o drama começa com a malfadada tentativa de Ford de comprar a Ferrari, bem-sucedida nos esportes, mas quebrada financeiramente.

O negócio foi um fiasco e a Ferrari fechou com a Fiat.

Com orgulho ferido, Henry Ford 2º resolve se vingar onde a Ferrari sentiria mais: vencê-la nas pistas. No caso, nas 24 Horas de Le Mans —prova que, ao lado do GP de Mônaco de F-1 e das 500 Milhas de Indianápolis, integra a tríade das mais cobiçadas.

Para obter êxito, a Ford convoca Carroll Shelby (Matt Damon), um superengenheiro de carros, que por sua vez pede a contratação do piloto, Ken Miles (Christian Bale). Mas Miles tem tanto talento como pavio curto, o que causa metade dos problemas na tela.

A boa química entre Damon e Bale é um dos pontos-chave para o sucesso do filme bem conduzido por James Mangold —principalmente a atuação de Bale, que perdeu todos os quilos de “Vice” e mais alguns.

Mangold foi dono de um dos roteiros mais disputados nos anos 1990, “Cop Land” (1997), que atraiu vários atores famosos, mas ficou abaixo das expectativas. Anos depois, ele recuperou o prestígio com “Logan” (2017); agora entrega seu melhor trabalho. Não se espante se o título aparecer algumas vezes entre os indicados do próximo Oscar. 

Fãs de automobilismo devem se divertir em especial com o terço final, quando o enfrentamento Ford x Ferrari finalmente começa no clássico circuito —aliás, em muitos países europeus o título do filme é “Le Mans 66”.

Ao lado de “As 24 Horas de Le Mans” (1971) e do recente “Rush - No Limite da Emoção” (2013), traz as melhores sequências de competição automobilística já apresentadas —se puder ver em uma sala grande, estilo Imax, aproveite.

 
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.