Grupo Ser Educacional lança centro de inovação para startups no Recife

Espaço de três andares irá abrigar 40 companhias

Filipe Oliveira
Recife

O Grupo Ser Educacional, uma das maiores companhias do segmento de educação no Brasil, lançou nesta segunda-feira (13), o espaço Overdrives, para aceleração de startups no Recife.

Janyo Diniz, presidente do grupo, diz que o objetivo da iniciativa é fomentar a interação entre academia, empresas e sociedade.

Segundo ele, o espaço de inovação também apoia uma mudança cultural do grupo que, aos 15 anos, busca uma transformação digital.

Com três andares, o local deverá abrigar 40 companhias. Dessas, seis empresas por semestre participarão de programa de aceleração mantido pela empresa, recebendo investimento de R$ 100 mil. O grupo deve investir R$ 6 milhões na iniciativa em 12 meses.

Janyo Diniz, presidente do Grupo Ser Educacional
Janyo Diniz, presidente do Grupo Ser Educacional - Folhapress

Além de startups de educação, o Ser Educacional irá buscar negócios em outras áreas, como finanças, saúde, varejo, construção e logística.

As empresas investidas cedem a partir de 10% de seu controle acionário.

Também serão recebidas startups que, mesmo ainda não estando maduras para participar do programa de aceleração, poderão usar o espaço após passarem por seleção. Ali, terão acesso a orientação de especialistas para desenvolverem seus modelos de negócios.

Entre as provedoras de conteúdo para os empreendedores está a consultoria Accenture.

Outro programa, chamado Solvers, terá como objetivo resolver problemas do mercado apontados por empresas.

Os desafios sugeridos pelas companhias parceiras do Ser Educacional serão levados para quatro grupos de cinco alunos cada para que eles, durante quatro meses, busquem uma solução. Caso as ideias se mostrem viáveis, podem surgir novas startups.

Luiz Gomes, diretor responsável pelo projeto, afirma que Recife possui mão de obra boa no setor de tecnologia, porém ainda não figura nos mapas que indicam as principais startups do país. Segundo ele, o centro irá permitir atrair boas empresas, formá-las e conectá-las à universidade para aumentar as chances de sucesso.

Para atingir esse objetivo, o Overdrives ajudará as companhias a adequarem suas ideias às demandas do mercado.

Outra gigante do segmento de educação, a Kroton, também busca se aproximar de startups. A companhia terá um andar no Cubo, espaço de inovação mantido pelo Itaú e pelo fundo Redpoint EVentures, que inaugura nova sede neste mês.

O Ser Educacional conta com 150 mil alunos, a maior parte deles na graduação.

O repórter viajou a convite do Grupo Ser Educacional

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.