Relatório vê mídia acelerar mudanças e bater recordes na pandemia

Com estudo sobre impacto global do coronavírus, informativo lança plataforma para discutir jornalismo

São Paulo

O informativo Jornalistas & Cia lançou na terça (15) o relatório Efeitos da Pandemia sobre o Jornalismo - Uma Visão Global, ressaltando que "o novo coronavírus acelerou mudanças já em curso no setor de mídia", entre outras conclusões.

"A pandemia diminuiu receitas e redações, extinguiu publicações, impôs obstáculos à liberdade de imprensa e cobrou celeridade na adaptação dos modelos de negócio", afirma. Por outro lado, "veio lembrar a todos da importância crucial do jornalismo".

Cruzando dados de diversas fontes, o relatório avalia que "recordes de audiência e ganho de confiança são o prêmio para a mídia que se consolidou como a fonte confiável de notícias nos momentos decisivos".

Sobre notícias online nos EUA, destaca que "em 12 de março o número de pageviews foi 44% superior ao da semana anterior, segundo a Parse.ly". Na Alemanha, "em março, a audiência de TV subiu de 67% para 76%, segundo a Deloitte".

Na França, "triplicou o acesso aos canais digitais da France Médias Monde". O site da britânica BBC "registrou a semana de maior tráfego de sua história assim que o 'lockdown' começou, com mais de 70 milhões de usuários únicos locais".

No Brasil, o relatório destaca "25% de aumento da audiência matinal da TV Globo, com o programa Combate ao Coronavírus", e que "a Folha de S.Paulo bateu recorde de 73,8 milhões de usuários únicos em abril".

O relatório lança a plataforma MediaTalks By J&Cia, que marca o aniversário de 25 anos do informativo.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.