Descrição de chapéu Café da Manhã

Repórter comenta ascensão e queda de empreiteiras; ouça

Podcast discute futuro de empresas que, antes da Lava Jato, pareciam indestrutíveis

São Paulo

São quase cinco anos desde que as grandes empreiteiras brasileiras foram parar no centro da Lava Jato.

Seus executivos, assim como políticos com quem praticaram crimes, foram presos. As empresas demitiram, perderam contratos e vivem às voltas com recuperações judiciais e ameaça de falência.

O grupo OAS, que já declarou receita bruta de R$ 7,7 bilhões, maior do que a de muitas capitais do país, hoje corre grande risco de entrar em falência, como indicam relatórios entregues à Justiça.

Com dívidas que chegam a R$ 98,5 bilhões, a Odebrecht S.A. protocolou na Justiça de São Paulo, em junho, o maior pedido de recuperação judicial da história brasileira. 

O Café da Manhã de hoje tem participação de Julio Wiziack, que explica o que isso significa e qual é o futuro dessas empresas.

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:

Os episódios do Café da Manhã são publicados de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia, a partir das 6h.

O podcast é conduzido pelos jornalistas Rodrigo Vizeu e Magê Flores.

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.