Descrição de chapéu Café da Manhã

A falta que o arroz com feijão faz no prato dos brasileiros; ouça podcast

Alta na inflação e desemprego mudaram o básico no cardápio dos mais pobres, que buscam produtos mais baratos

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Nem o preço do arroz e do feijão saiu ileso da combinação entre a escalada de preços e a queda da renda dos brasileiros. A alta na inflação mudou até o básico no cardápio dos mais pobres, que têm tido que consumir produtos mais baratos.

Famílias estão substituindo os ingredientes de costume por arroz quebrado e feijão bandinha (o que está dividido, não inteiro). A carne deu lugar ao ovo e a cesta básica dos mais pobres também passou a ter mais apresuntados, empanados e pães industrializados.

Até o jeito de preparar a comida do dia a dia se tornou mais difícil. Com o aumento do preço do gás de cozinha, a opção para muitos tem sido cozinhar com carvão e lenha. Em algumas cidades, o valor do botijão ultrapassa R$ 100.

Para falar sobre as mudanças no prato do brasileiro e a importância do arroz com feijão na cultura alimentar do país, o Café da Manhã desta quarta-feira (28) ouve a antropóloga Joana Pellerano, que é pesquisadora de estudos da alimentação.

O programa de áudio é publicado no Spotify, serviço de streaming parceiro da Folha na iniciativa e que é especializado em música, podcast e vídeo. É possível ouvir o episódio clicando abaixo. Para acessar no aplicativo, basta se cadastrar gratuitamente.

Ouça o episódio:

O Café da Manhã é publicado de segunda a sexta-feira, sempre no começo do dia. O episódio é apresentado pelos jornalistas Maurício Meireles e Magê Flores. A produção é de Angela Boldrini, Jéssica Maes, Laila Mouallem e Victor Lacombe. A edição de som é de Natália Silva.

Imagem de capa do podcast Café da Manhã, com o nome do programa escrito sobre vários recortes de jornais. Logos de de Spotify e Folha de S.Paulo podem ser vistas nos cantos
Podcast Café da Manhã - Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.