Descrição de chapéu Eleições 2018

Marina oferece vice ao PV, mas partido diz que diálogo com outras siglas continua

Ainda não há decisão do partido sobre o convite

Angela Boldrini
Brasília

A campanha da pré-candidata à Presidência Marina Silva (Rede) fez neste sábado (28) convite para que o PV indique o vice de sua chapa. 

Ainda não há decisão do partido sobre o convite. Segundo assessores de Marina, porém, o PV teria sinalizado que o ex-presidenciável Eduardo Jorge poderia ocupar a vaga.

"A Rede tem afinidades programáticas com o PV e considera que ter os verdes na vice é uma aliança quase natural", diz o porta-voz da sigla, Pedro Ivo Batista. 

Ele afirmou também que a campanha da ex-senadora continua conversando com outros partidos, como PHS, Pros e PMN para a formação de alianças. Os dois primeiros chegaram a oferecer filiados para compor chapa com Marina: o advogado criminalista Castellar Modesto e o ex-deputado Maurício Rands, respectivamente. 

Além disso, não está descartada a composição de uma chapa pura —ou seja, com dois nomes filiados à Rede. Neste caso, são cotados o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, o economista Ricardo Paes de Barros e até o ator Marcos Palmeira. 

O Partido Verde realizou no sábado sua convenção nacional, em Brasília. A sigla, pela qual Marina concorreu ao Planalto pela primeira vez, em 2010, flertou com o pré-candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, mas pendia para a neutralidade. 

A pré-candidata e sua equipe se encontraram com José Luiz Penna, presidente do PV, em São Paulo na quinta-feira (26). O convite para a Vice-Presidência, porém, não foi feito durante a reunião, mas neste sábado. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.