Descrição de chapéu Coronavírus

Bolsonaro tenta cumprimentar militares com a mão, mas 'ganha' cotovelos como resposta

Presidente participou de cerimônia do Comando Militar do Sul, em Porto Alegre

Porto Alegre

Ao cumprimentar militares durante visita ao Comando Militar do Sul (CMS), em Porto Alegre, na manhã desta quinta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro estendeu a mão e recebeu de volta saudação com os cotovelos, como manda a etiqueta médica para evitar a proliferação do novo coronavírus.

O primeiro a responder com o cotovelo foi o general Edson Pujol, comandante do Exército brasileiro, a autoridade máxima da instituição. O general Antônio Miotto, que acaba de deixar o comando do CMS, é o segundo a repetir o gesto. Com a troca da chefia do CMS, o general Valério Stumpf assume a função no lugar de Miotto.

Além do cotovelo, Bolsonaro recebeu o tradicional “tapinha nas costas” do prefeito da capital gaúcha, Nelson Marchezan Jr. (PSDB) e até o cumprimento do tipo “soquinho” do vice-presidente, o general Hamilton Mourão. Mesmo assim, Bolsonaro apertou a mão de Mourão.

A cena ocorreu quando Bolsonaro foi recepcionado no Centro de Operação de Combate à Covid-19, do CMS, que tem trabalhado desinfetando ambientes públicos e distribuindo cestas básicas.

Jair Bolsonaro cumprimenta com o cotovelo o general Edson Pujol, nesta quinta (30), em cerimônia no Comando Militar do Sul, em Porto Alegre
Jair Bolsonaro cumprimenta com o cotovelo o general Edson Pujol, nesta quinta (30), em cerimônia no Comando Militar do Sul, em Porto Alegre - Marcos Corrêa/PR

Por causa da pandemia, a cerimônia de posse do novo comandante do CMS, divisão do Exército com 50 mil homens que abrange Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, teve apenas 40 convidados na manhã desta quinta.

Fechada para imprensa, a cerimônia foi transmitida pela internet. Foi possível ver as autoridades mantendo ao menos um metro de distância umas das outras. A mulher de um general usava máscara —uso do acessório é recomendado para evitar a contaminação.

Bolsonaro não discursou na cerimônia e foi recebido na cidade por panelaços, ouvidos em bairros como Cidade Baixa e Centro, e simpatizantes, que formaram aglomerações.

O Presidente da República Jair Bolsonaro na saída da posse do novo chefe do Comando Militar do Sul, no centro de Porto Alegre
O Presidente da República Jair Bolsonaro na saída da posse do novo chefe do Comando Militar do Sul, no centro de Porto Alegre - Fernando Alves/TheNews2/Folhapress

Os apoiadores faziam coro de ataques à imprensa e permaneceram aglomerados, apesar da pandemia do novo coronavírus. Militantes bolsonaristas levaram crianças e até chimarrão para a aglomeração. Alguns não usavam máscaras.

Após a cerimônia, Bolsonaro se aproximou do grupo e caminhou perto do gradil. O presidente não atendeu à imprensa no local.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.