Descrição de chapéu Coronavírus

Repórter-fotográfico capta a nova rotina dos Poderes em uma Brasília esvaziada pela pandemia

Coronavírus mudou drasticamente cotidiano de Legislativo e Judiciário; máscaras aumentam desafio de capturar expressões dos personagens da notícia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, segue o novo protocolo sanitário em entrevista coletiva: repórteres ficam afastados e sentados em cadeiras distanciadas uma da outra

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, segue o novo protocolo sanitário em entrevista coletiva: repórteres ficam afastados e sentados em cadeiras distanciadas uma da outra Pedro Ladeira/Folhapress

Brasília

Passos apressados ecoando nas galerias substituídos pelo silêncio ou, quando muito, por sussurros abafados de raras conversas pelos corredores do poder.

A cobertura jornalística no mundo pós-Covid opõe esse cenário de vazio e poucos personagens com aglomerações provocadas justamente por aqueles que deveriam evitá-las.

Uma cobertura que, além da câmera e das lentes, no caso de repórteres fotográficos ganhou a companhia fundamental de máscaras —o que torna mais desafiador capturar expressões dos personagens que protagonizam as reportagens.

A pandemia mudou drasticamente rotinas em dois dos Três Poderes. Com a adoção de sessões remotas, não é mais tão fácil encontrar parlamentares caminhando pelos corredores do Congresso. No STF (Supremo Tribunal Federal), as reuniões também são virtuais.

No Executivo, contudo, muita coisa continua igual ao mundo antes da chegada do novo coronavírus. O presidente Jair Bolsonaro continua saindo aos finais de semana —muitas vezes, sem máscara. E tem intensificado a agenda de viagens, para inaugurar obras e aumentar sua popularidade. Os jornalistas se protegem como podem e seguem na cobertura.

Confira o ensaio:

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.