Descrição de chapéu enem

Confira os bastidores da reportagem que revelou fraude no Enem

Estudo inédito analisou 3 milhões de gabaritos, das edições de 2011 a 2016

Levantamento inédito mostrou alta probabilidade de ter havido fraude, de diferentes formas, em ao menos 1.125 provas do Enem, exame nacional que seleciona estudantes para universidades públicas no país. 

Segundo reportagem da Folha, publicada em abril, seria necessário repetir o exame mil vezes para que duas provas, sem interferência, fossem tão parecidas como os gabaritos suspeitos.

Neste vídeo, os jornalistas Daniel Mariani, Fábio Takahashio e Mariana Zylberkan contam como realizaram o cruzamento dos dados até chegarem aos suspeitos da fraude. 

Investigações conjuntas do Inep (órgão federal responsável pelo Enem) e da Polícia Federal confirmaram até hoje apenas 14 casos de fraude. A gestão Michel Temer diz que usa estatística e outros meios para combater as colas.

O Enem cobra 180 questões dos candidatos, com cinco alternativas cada. O levantamento da Folha calculou a probabilidade de duas ou mais provas terem o mesmo padrão de acertos e de erros.

Foi considerado como altamente suspeito, por exemplo, candidatos que erraram questões marcando a mesma alternativa errada (podiam ter errado escolhendo outras três opções também incorretas).

Outro ponto considerado foi a probabilidade de esses estudantes de alto rendimento errarem questões de dificuldade média ou fácil. Se eles falham nessas perguntas, fica mais improvável que as semelhanças entre as respostas sejam ao acaso, pois espera-se que eles acertem essas questões.

Uma prova do Enem, um envelope plástico, um celular desligado e o distintivo do Ministério da Justiça sobre uma mesa
Uns dos indiciados chegou a ser preso em flagrante no Amapá no dia do Enem. Crédito: Divulgação Policia Federal
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.