Samsung vence na categoria inovação, uma das novidades da Top of Mind em 2017

Arte Folha
Top of Mind 2017 - top inovação

Dez anos após Steve Jobs apresentar o iPhone, já se pode afirmar que inovar é um atributo cada vez mais difícil no mercado de smartphones. Até mesmo para a Apple, há pouco sinônimo de capacidade criativa e que hoje enfrenta ao menos um rival fortíssimo: a Samsung, vencedora da categoria Inovação, estreante no Top of Mind.

A marca recebeu 7% das citações e a concorrente americana, 4%, o que configura empate técnico devido à margem de erro. No desempate, Samsung atingiu 12%, desbancando a Apple, que marcou 6%.

"As pessoas tendem a associar inovação com tecnologia de ponta", analisa Caio Bianchi, professor de gestão da criatividade, inovação e empreendedorismo da ESPM. "Esse conceito é muito mais complexo. Um fabricante de mesas pode inovar, por exemplo, ao diminuir custos na fabricação e obter vantagem competitiva."

Não por acaso, marcas com produtos inalterados ao longo do tempo também foram lembradas, como Coca-Cola (1%). "A campanha que colocou nomes próprios nas latinhas é uma ideia genial, uma inovação de marketing", completa Bianchi.

Grande parcela dos investimentos da campeã Samsung é destinada à engenharia de hardware e software, responsável por evoluções como câmeras com mais megapixels, telas com maior resolução e processadores mais rápidos. A empresa ainda criou o Samsung Conecta, programa que organiza de exposições sobre a banda Nirvana até corridas noturnas pelo país, e o Samsung Care, que oferece assistência personalizada, em substituição ao suporte técnico tradicional.

A marca tem lembrança acima da média entre os mais jovens (11%), mas a inovação não está ligada a idade ou poder aquisitivo, segundo Andréa Mello, diretora de marketing corporativo da Samsung no Brasil. "Nossos produtos atendem a todas as faixas etárias e perfis de consumo. É natural que uma nova tecnologia surja em um modelo com maior valor agregado, mas sempre trabalhamos para que ela chegue aos demais itens em pouco tempo", diz.

Publicidade
Publicidade