Ibama avisa em seu site onde serão as ações de fiscalização

Prática foge do padrão do órgão, que costuma manter operações sob sigilo

São Paulo

Em uma nota sobre desmatamento na Amazônia, o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) anunciou onde serão suas próximas ações de fiscalização. A divulgação foge do padrão do órgão, que preza o sigilo dos alvos de operações.

“Estão planejadas operações de fiscalização contra o desmatamento ilegal nas áreas críticas da Amazônia, que incluem Terras Indígenas e Unidades de Conservação no sudoeste do Pará, região que abriga a Floresta Nacional do Jamanxim”, afirma o Ibama, em nota em seu site.

Pelo menos desde março deste ano, o Ibama foi proibido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) de responder à imprensa. A assessoria de comunicação da pasta concentra todas as demandas que chegam.

A Folha procurou o Ministério do Meio Ambiente, mas, até a publicação desta matéria, não havia tido retorno.

A Floresta Nacional (Flona) do Jamanxim é alvo de pressão de grileiros e fica em área de influência da BR-163, uma importante área de escoamento da soja do Mato Grosso.

Durante o governo Temer, houve tentativa de redução da Flona e legalização de grileiros na região.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.