Ativista cruzará Atlântico em veleiro para ir a conferência

Greta Thunberg é criadora do movimento que incentiva crianças a se engajarem contra o aquecimento global

Estocolmo | AFP

A jovem representante da luta contra o aquecimento global, Greta Thunberg, que planeja participar da cúpula da ONU sobre a mudança climática, em 23 de setembro em Nova York, anunciou nesta segunda-feira (29) que atravessará o Atlântico em um veleiro.

"Me ofereceram um lugar no veleiro de regata 'Malizia II'. Atravessaremos o oceano Atlântico em meados de agosto, do Reino Unido até Nova York", escreveu a adolescente sueca, de 16 anos, nas redes sociais. 

O barco, pilotado pelo alemão Boris Herrmann e pelo fundador da equipe Malizia, o monegasco Pierre Casiraghi, içará na ocasião uma vela com a frase #Fridays For Future, em referência ao movimento lançado pela jovem ativista.

"Após meses de pesquisa e reflexão sobre diferentes opções para realizar sua viagem, Greta cruzará o Atlântico a bordo de um veleiro de regata carbono zero, o 'Malizia II', construído em 2015, equipado com painéis solares e turbinas submarinas que permitem produzir eletricidade para o barco", apontou Herrmann em seu site. 

Uma vez nos Estados Unidos, a adolescente participará de "grandes manifestações climáticas nos dias 20 e 27 de setembro e discursará na Cúpula de Ação Climática das Nações Unidas, que terá como anfitrião o secretário-geral Antonio Guterres", acrescentou. 

Thunberg também planeja visitar o Canadá e o México, e participar de uma conferência climática da ONU (COP25) em Santiago, no Chile, no início de dezembro, disse Herrmann.

A adolescente, que se nega a viajar de avião "por causa do clima", em janeiro passado foi de trem de Estocolmo a Davos, na Suíça, para participar do Fórum econômico mundial, uma viagem de 32 horas de duração. 

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.