Vazamento de óleo em refinaria de Pernambuco atinge manguezal

Petrobras diz que situação está controlada e que as causas estão sendo apuradas

João Valadares
Recife

Um vazamento de óleo na refinaria Abreu e Lima, no complexo portuário de Suape, no Grande Recife, atingiu parte do manguezal da região na manhã desta terça-feira (27).

A assessoria de imprensa de Suape comunicou que o óleo vazado não é inflamável. A refinaria, que ainda não se posicionou sobre a ocorrência, trabalha na contenção e recolhimento do material.

Não se sabe ainda a extensão da área atingida. Informações preliminares repassadas pela refinaria apontam que grande parte do vazamento ocorre na área interna do complexo.

vazamento de óleo na Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, atingiu área de mangue, segundo o Sindipetro (Sindicato dos Petroleiros de Pernambuco e da Paraíba)
Vazamento de óleo na Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, atingiu área de mangue, segundo o Sindipetro (Sindicato dos Petroleiros de Pernambuco e da Paraíba) - Divulgação/Sindipetro

Dois trechos da rodovia que liga o Recife às praias do litoral sul de Pernambuco foram interditados para que o serviço de sucção do material vazado seja realizado.

A CPRH (Agência Estadual de Meio Ambiente) informou que o problema ocorreu na caixa separadora de água e óleo. O volume extravasado foi de 5 m3 de óleo e 2 m3 de água. 

A refinaria instalou sete barreiras de contenção no local, com caminhões realizando sucções do material flutuante. A CPRH comunicou que permanecerá na área durante toda a tarde desta terça-feira e ressaltou que o vazamento está controlado.

O presidente do Sindicato do Sindipetro (Sindicato dos Petroleiros de Pernambuco e da Paraíba), Rogério Almeida, afirmou que a entidade vinha cobrando manutenção dos equipamentos da refinaria.

“Ela está em operação desde 2014. São cinco anos sem manutenção adequada”, declarou.
Almeida informou que, há dois anos, por contenção de despesas, houve redução no quadro de pessoal da refinaria. “Éramos 200. Hoje, são apenas 150. Isso prejudica a operação”, disse.

Por meio de nota oficial, a Petrobras informou que o vazamento foi detectado na estação de tratamento de despejos industriais. De acordo com a empresa, uma pequena parte do óleo atingiu um córrego que passa em área interna aos limites da refinaria.

"O vazamento já está controlado desde ontem. As equipes de segurança e emergência foram imediatamente acionadas para contenção e reparação da região atingida", comunicou. 

A Petrobras declarou que comunicou a ocorrência às autoridades. As causas do vazamento, de acordo com a nota, estão sendo apuradas. A refinaria opera normalmente.
 

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.