Descrição de chapéu Há 50 anos

1968: Dops ainda não sabe quem detonou duas bombas no Rio de Janeiro

0
Bomba de elevado teor explosivo destruiu as instalações e a livraria da agência de anúncios do Correio da Manhã - Folhapress
São Paulo

Uma bomba foi detonada em uma agência de anúncios do jornal Correio da Manhã, na avenida Rio Branco, no centro do Rio, neste sábado (7).

O impacto da explosão abalou a estrutura do prédio e destruiu todas as vidraças do edifício Marquês de Herval, atingindo ainda diversos prédios vizinhos, entre eles o da Caixa Econômica Federal.

Uma segunda bomba foi detonada na Universidade da Guanabara e destruiu parcialmente o Diretório Acadêmico Sir Alexander Fleming. 

O Dops (Departamento de Ordem e Política Social) ainda não tem nenhuma pista que possibilite a identificação dos autores dos atentados.

Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.