1969: Presidente Salinas é deposto, e general Ovando assume o poder na Bolívia

São Paulo

Nesta sexta-feira (26), as Forças Armadas da Bolívia, lideradas pelo general Alfredo Ovando Candia, destituíram o presidente Luis Adolfo Siles Salinas e assumiram o poder, “em nome de um governo revolucionário”.

Não houve resistência contra o golpe militar. Após o juramento do novo governo, o presidente Ovando lançou um manifesto à nação boliviana. A primeira decisão do novo governo foi revogar o Estatuto do Petróleo,  medida destinada a cassar a concessão da companhia norte-americana Gulf Oil. 

O governo dos EUA declarou que as relações com a Bolívia estão suspensas até posteriores estudos e consultas.

Primeira página da Folha de S.Paulo de 27 de setembro de 1969
Primeira página da Folha de S.Paulo de 27 de setembro de 1969 - Folhapress
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.