Descrição de chapéu Há 50 anos

1970: Itália discute fazer referendo sobre divórcio após lei ser aprovada

São Paulo

Na Itália, a lei do divórcio, aprovada pelo Parlamento no dia 1º de dezembro e sancionada pelo presidente Giuseppe Saragat, continua suscitando discussões.

Os políticos estão divididos sobre a conveniência da realização de um referendo a fim de que o povo decida sobre a questão. Se o Partido Democrata Cristão não se interessar em recolher 500 mil assinaturas para viabilizar a consulta, nenhum outro partido antidivorcista teria condições de alcançar esse número.

Os socialistas, que formam a coligação de centro-esquerda com os democratas-cristãos, já se manifestaram contra a realização do referendo.

Primeira Página da Folha de 3 de dezembro de 1970
Primeira Página da Folha de 3 de dezembro de 1970 - Reprodução
Tópicos relacionados

Comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.